Corpo de jornalista foi encontrado com ferimentos na cabeça

Ele havia saído para encontrar amigos na Praça da Mandioca, mas não chegou ao destino

(Foto: Reprodução / Circuito MT)

Policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa que foram até o terreno baldio no Bosque da Saúde, em Cuiabá, onde foi encontrado o corpo do jornalista e escritor Marcelo Leite Ferraz, disseram que havia sinais de violência e que ele apresentava ferimentos na cabeça.

Isso sugere que o escritor possa ter sido assassinado.

A família do escritor e jornalista Marcelo Leite Ferraz havia alertado a Polícia Civil sobre seu desaparecimento, ao registrar um boletim de ocorrência nesta segunda-feira (30), às 9h.

O corpo de Marcelo foi encontrado às 13 horas em um terrento baldio próximo a uma construção no bairro Bosque da Saúde, nos arredores do McDonalds da Avenida do CPA. O pai, José Ferraz, reconheceu o filho.

Segundo ele, Marcelo havia saído para encontrar amigos na Praça da Mandioca, mas não havia retornado até a manhã, quando foi lavrado o boletim de ocorrência.

A família entrou em contato com amigos e os mesmos relataram que ele não apareceu no local do encontro no sábado.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal para necrópsia e a Polícia Civil investiga o caso.

Leia também:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorComoção e mistério marcam enterro de idoso encontrado morto em Cuiabá
Próximo artigoAprosoja pede que produtores busquem informações sobre o uso de Xtend e Dicamba