Comunidade faz ato público pela conclusão da obra do Teatro do IFMT

Ex-alunos e classe artística se reúnem nesta quarta-feira (11) em prol da reabertura no Teatro Hélio Vieira, fechado há uma década para reforma

O fechamento por mais de 10 anos para reforma do local que deveria ser um dos teatros mais movimentados pela comunidade estudantil de Mato Grosso, o Teatro Hélio Vieira, motivou ex-alunos, professores, atores e toda a comunidade do entorno do Instituto Federal de Educação de Mato Grosso (IFMT), a realizarem um ato público pela conclusão da obra.

A ação acontecerá nesta quarta-feira (11), às 17h30, na frente do IFMT, na Rua Zulmira Canavarros, Centro de Cuiabá.

O principal objetivo é mostrar para a sociedade a necessidade deste espaço, que foi local de revelação de muitos artistas e recebeu centenas de eventos desde sua abertura, na década de 1970.

Apresentações e performances artísticas dos grupos Cena Livre, Coletivo Spectrolab e Slam Capim Cheiroso, além de interpretação de canções por alunas do IFMT, farão parte da programação.

Alunos da instituição de ensino e artistas regionais sentiram o impacto do fechamento e temem que a situação se prolongue. Uma comissão de ex-alunos e interessados na arte e cultura foi formada para cobrar o compromisso feito pela Instituição, que pretende concluir a obra e devolver o palco para a sociedade mato-grossense.

LEIA TAMBÉM

O Teatro foi fechado para reforma no ano de 2009, no entanto, após uma década, continua de portas fechadas sem a conclusão da obra, orçada inicialmente em R$ 2 milhões.

O abandono teve repercussão após um ex-aluno, o ator Bruno Botelho, publicar um artigo em que mostrava o esquecimento deste equipamento cultural tão importante, principalmente para os mais de 20 mil alunos que passaram pelo IFMT na última década.

“Tenho certeza de que a conclusão desta obra será muito importante para as próximas gerações que poderão desfrutar deste espaço, que foi tão importante na formação de todos os que passaram pelo IFMT. Por isto, nós convidamos todos que já passaram pela Instituição, ex-alunos, artistas, professores, e a sociedade em geral, para mostrarmos a relevância social do Teatro do IFMT não só para a arte regional, mas para uma educação cidadã”, afirma.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRelatório aponta que 85% de desmates mapeados pelo Inpe em MT foram ilegais
Próximo artigoVÍDEO | Motorista flagra entregador de aplicativo trabalhando em cadeira de rodas

O LIVRE ADS