Andressa Borsato encanta com seu “Esconderijo da Preguiça”

Andressa é designer de interiores e seu projeto está exposto na loja Baby Dreams, da Praça Popular, em Cuiabá, MT

O tropicalismo nunca esteve tão em alta. O tema verde, com elementos da Amazônia e que enaltecem a fauna e a flora brasileira contagiou também o universo da decoração. Atenta a essa tendência, a design de interiores Andressa Borsato criou para a 3ª Mostra Baby Dreams House, da loja Baby Dreams – especializada em itens para bebês – o quarto “Esconderijo da Preguiça”.

Animais como a onça e bicho-preguiça, nas versões filhotes, se destacam entre os ricos componentes. Onde o quarto ganha ‘pinceladas’ da floresta, o habitat dos bichinhos passa a ser o do bebê também.

A proposta da decoração com um tema atual – onde se debate tanto sobre preservação de florestas e proteção dos animais silvestres – se une ao conceito e sensibilidade da design, servindo de guia para a montagem do showroom.

A inspiração além de lúdica é funcional, pois é possível vivenciar o ambiente e ter a praticidade de uma decoração que se adapta a qualquer quarto infantil. Tanto para menina, quanto para menino.

Para remeter ao estilo tropical, Andressa utilizou de mix de texturas: linho, madeira, fibras e uma paleta de cores em tons brancos, verde babosa e bege, compuseram o acolhedor esconderijo.

Plantas naturais

Elas não poderiam faltar nesse ambiente com uma temática tão brasileira. As plantas! Que mesmo sem exageros, ganharam o devido destaque. A designer se preocupou em escolher espécies que se adaptam a ambientes fechados. Porém, muitas mães sentem receio e preferem não arriscar em utilizar plantas naturais.

Para a mostra, duas das plantas utilizadas foram naturais e as outras artificiais distribuídas em pontos estratégicos. “O assunto plantinhas X quartos de bebê ainda divide opiniões. Muita mãe ou acha que não combina, ou teme que possa fazer algum mal para o bebe, principalmente nos primeiros meses de vida. Mas é claro que tudo é planejado para que, além do conforto e da estética, o quarto seja também um ambiente seguro para o bebê. Hoje no mercado existem plantas artificiais com aspecto muito natural” , lembrou Andressa.

Nostálgico

Lembranças da infância e os objetos que remetem à aquela antiga casa dos avós irão te levar a uma nostálgica viagem no tempo. Objetos decorativos feitos de crochê, o papel de parede que imita granilite e a cadeira de balanço roubam a cena, trazendo uma sensação acolhedora instantaneamente.

“Não há quem entre no quarto e não sinta o aconchego que lembra a casa das nossas avós quando se deparam com a cadeira de balanço e a parede em granilite que, apesar de estar na moda, é bem vintage”, explicou a design.

Iluminação

O quarto de bebê apesar de ser um ambiente tranquilo, é um dos mais movimentados da casa. Sendo usado praticamente em tempo integral. Por esse motivo é preciso muito critério para planejar esse elemento tão fundamental que é a iluminação.

Para que seja um cantinho agradável o interessante, segundo Andressa, é mesclar luzes suaves durante à noite – para quando o bebê for amamentado e na hora de colocá-lo para ninar, e luzes mais claras durante o dia que são ideais para a limpeza do quarto.

Serviço:
Andressa Borsato é designer de interiores e sua mostra “Esconderijo da Preguiça” está exposta na loja Baby Dreams, da Praça Popular – Rua Sírio Libanesa, 91 – Duque de Caxias. Acompanhe o trabalho dela pelo Instagram @andressaborsatointeriores .

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS