Vídeo | Champanhe enviado para mulher casada causa pancadaria em bar de Cuiabá

A briga generalizada envolveu mais de 10 pessoas e causou vários danos ao estabelecimento

Reprodução

O bar e restaurante Baronês, localizado na Avenida Getúlio Vargas, no Centro-Norte de Cuiabá, foi palco de uma briga generalizada nessa quinta-feira (17), que acabou com seis pessoas presas.

Quando a Polícia Militar chegou ao local a briga ainda estava acontecendo. Porém, ao verem os policiais, alguns suspeitos fugiram e os policiais só conseguiram prender seis homens com idades entre 28 e 44 anos na porta do estabelecimento.

Um deles, de 44 anos, estava transtornado e precisou ser algemado; ele xingava os policiais e tentou resistir à prisão. O celular de um dos de 28 anos foi apreendido por conter imagens da pancadaria.

Como começou

Após acalmarem os ânimos, os policiais conversaram com o gerente do restaurante, que disse que a briga teve início porque um dos suspeitos mandou entregar uma garrafa de champanhe em uma mesa vizinha, em que estavam algumas mulheres.

O marido de uma das mulheres, no entanto, não gostou da atitude do homem e foi até a mesa dos suspeitos falar que isso não havia sido legal.

Nesse momento, foi iniciada uma discussão entre o marido e os homens da mesa e os seguranças precisaram intervir dizendo que iriam fechar a conta da mesa e que era para os homens que tinham mandado o champanhe se retirarem do local.

Os clientes, no entanto, reagiram pegando uma faca da mesa como se fossem atacar o segurança, que reagiu os empurrando para fora do restaurante. A partir daí a briga generalizada começou.

Os homens da mesa começaram a agredir os seguranças e garçons do restaurante. Um dos garçons, inclusive, foi lesionado na testa com uma cadeirada.

Com as cadeiras e mesas arremessadas, um computador, três mesas, quatro cadeiras, duas garrafas de whisky, um móvel e um vidro blindex foram danificados.

Veja vídeos da pancadaria:

Após a chegada da polícia e a prisão dos seis suspeitos, o garçom que ficou machucado foi encaminhado até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro Verdão, onde recebeu dois pontos na cabeça e foi liberado.

Um dos suspeitos, de 28 anos, precisou ser encaminhado para a Policlínica do Verdão para receber atendimento médico. Os demais, embora machucados, recusaram atendimento.

Todos foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Cuiabá, onde o caso foi registrado como dano, lesão corporal e, resistência, desacato e desobediência do que resistiu.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEspírito natalino só dentro de casa: procura por enfeites aumenta 20% em Cuiabá
Próximo artigoTermina hoje prazo para diplomação dos candidatos eleitos em 2020