Verão 2019: Descubra 10 destinos incríveis no interior de MT para se refrescar

Diversas cidades do Estado guardam cenários paradisíacos para amantes de trilhas e cachoeiras

Foto: Felipe Campos/Aventura MT

O verão de 2019 nem chegou, mas o mês de dezembro já trouxe muito sol e calor para Mato Grosso, mesmo depois de um novembro chuvoso. Se aproximam também as tão esperadas férias e os recessos para as festividades. Sendo assim, que tal tirar um pouco desses dias para explorar as belezas do nosso Estado, descansar, e, de quebra, fugir dos preços exorbitantes das altas temporadas nos destinos turísticos mais procurados?

Para montar uma lista, o LIVRE conversou com um universitário de apenas 24 anos, Felipe Campos, que fundou uma das mais novas e agitadas agências de turismo de Cuiabá, a Aventura MT. Ao lado de amigos e pessoas interessadas em novos ambientes ele percorreu diversas cidades do interior de Mato Grosso e topou com belezas únicas.

Confira então, dez destinos incríveis para explorar em Mato Grosso:

1. Chapada dos Guimarães

Distante apenas 65 km de Cuiabá, a cidade vizinha é um dos principais destinos turísticos em Mato Grosso. Para o aventureiro, Chapada reserva diversos pontos bons para relaxar em uma cachoeira, trilhas e estrutura para hospedagem. Entre os pontos principais, Felipe citou: Cachoeira da Martinha, dos Namorados, do Marimbondo e do Segredo. Tem ainda o Complexo Turístico da Salgadeira, recém-reaberto após quase 10 anos, e o Poço do Amor, que faz parte do Circuito das Águas. Ou seja, diversão e lugares bonitos não faltam em Chapada dos Guimarães!

Cachoeira da Salgadeira / Foto: José Medeiros

2. Cachoeira dos namorados – Nobres 

Para quem quer explorar Mato Grosso, o município de Nobres, e o distrito de Bom Jardim, são duas boas pedidas. No entanto, Felipe alerta: os preços são uns dos mais salgados do turismo local. Isso porque, por lá, é possível encontrar águas cristalinas, cavernas, grutas e cachoeiras, sendo um verdadeiro reduto de belezas naturais.

Mas tem uma opção mais econômica para quem quer desbravar o local: a Cachoeira dos Namorados. Com uma trilha curta (3 km), mas de esforço moderado (com trechos em mata fechada e algumas subidas), o local certamente cai no gosto de quem o visita.

Cachoeira dos namorado, em Nobres – Foto: Felipe Campos/Aventura MT

3. Parque Cachoeira da Fumaça – Jaciara 

Ainda perto de Cuiabá, mas em direção oposta, o município de Jaciara (146 km de Cuiabá) também reserva lugares perfeitos para quem busca um bom banho de rio. Por lá, pode-se escolher entre as Cachoeiras do Prata, da Fumaça e da Mulata. Segundo Felipe, a cachoeira do Prata pode ter um pouco de sujeira, porque muitos visitantes não têm o hábito de recolherem seus lixos. Ainda assim, o visual vale a visita.

No município também tem a Cachoeira da Mulata, onde é possível fazer rapel em uma queda d’água de 25 metros. O local fica dentro de uma fazenda, distante 15 km do centro do município e faz parte do Parque da Cachoeira da Fumaça.

 

Cachoeira do Rio Brilhante, em Jaciara – Foto: Edson Cavallari

4. Cachoeira do Potreiro – Dom Aquino

O município fica distante 151 km da capital mato-grossense e guarda lugar conhecido como “a terra da água mineral”. Lá também é um dos destinos em que é possível conhecer uma cachoeira incrível em apenas um dia. Para quem passar por lá, a dica é a Cachoeira do Potreiro, uma região de cânions e cavernas que ainda não é muito explorada pelo turismo.

Cachoeira do Potreiro, em Dom Aquino Foto: Marcos Figueiredo

5. Circuito das cachoeiras Carimã – Rondonópolis

Uma área privada do município de Rondonópolis (212 km de Cuiabá) preserva o circuito das cachoeiras Carimã. A um preço de R$ 8, é possível entrar na área que conta com nove cachoeiras. No espaço, os visitantes também encontram uma pousada de turismo ecológico, simples, mas aconchegante. Também pesa a favor de quem quer pouco movimento, que o local ainda é pouco visitado na cidade.

Foto: Felipe Campos/Aventura MT

6. Cascata azul – Primavera do Leste

A 242 km de Cuiabá, o município de Primavera do Leste também tem tudo para ser uma potência do turismo. No entanto, poucas agências fazem passeios por lá, porque as áreas ficam dentro de propriedades particulares. Ainda assim, é possível negociar, por um preço acessível, a entrada nessas fazendas para vislumbrar visuais singulares como este que você vê abaixo. Além da Cascata azul, o município tem a Lagoa Azul, onde é possível fazer mergulho e passeios de barco.

Foto: Felipe Campos/Aventura MT

7. Cachoeiras em Campo Novo do Parecis

Já mais para o interior do Estado, a 404 km de Cuiabá, a cidade de Campo Novo do Parecis é uma das preferidas de quem busca paz e uma bela paisagem. Por lá são diversas as belezas naturais que encantam quem passa. Uma, em especial, chama a atenção: a Cachoeira Salto da Mulher, localizada em aldeia indígena de mesmo nome. Com águas cristalinas, a queda d’água é formada pelo Rio Sacre e tem uma trilha de apenas 600 metros.

Outro lugar especial por lá é o Balneário Rio Verde, que tem um ambiente familiar e boa estrutura para receber os turistas. A água é cristalina e a melhor época para visitá-la é o verão.

Para quem topar se aventurar um pouco mais, tem ainda a Cachoeira Salto Uriatiti, também em uma área indígena. Considerada por muitos a cachoeira mais bonita de Mato Grosso, tem 98 metros de altura. É possível fazer rapel, mas a principal atividade por lá é a contemplação.

Cachoeira Salto Utiariti – Foto: Felipe Campos/Aventura MT

8. Complexo do Bateia – Barra do Garças

Barra do Garças (516 km de Cuiabá) tem uma série de atrativos para quem curte se aventurar nas belezas mato-grossenses: para quem visita, uma das principais paradas é o Complexo do Bateia, cujas cachoeiras formam piscinas naturais, favorecendo um banho refrescante. Para chegar até lá, as caminhadas não são longas e, embora esteja localizado em propriedade particular, o espaço ainda não cobra entrada dos visitantes. O acesso, porém, depende de veículos com tração.

Complexo do Bateia – Foto: Azul Magazine

9. Cachoeira do Jatobá – Vila Bela da Santíssima Trindade

De rica história, o município de Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km de Cuiabá) tem tudo para ser um dos principais pontos turísticos do Estado, segundo Felipe. No entanto, o lugar é pouco explorado. Na Serra Ricardo Franco, o município guarda uma das maiores quedas d’água do Brasil: a Cachoeira do Jatobá, com queda livre de cerca de 280 metros, que forma um cânion do mesmo nome.

Se você quer o município, indo além das ruínas preservadas, algumas agências de ecoturismo têm passeios programados, entre elas a Aventura MT, que escolheu o local para ser o destino do Carnaval 2019.

Cânion da Jatobá, Parque Ricardo Franco – Foto: Luzia Abich/Amigos de Trilha

10. Nova Lacerda – Cascata do Uirapuru

Distante 541 km da Capital, o município de pouco mais de 6 mil habitantes guarda um segredo especial: a Cascata do Uirapurú. Para o aventureiro, este foi um dos destinos mais belos que encontrou em Mato Grosso. Dos paredões à cor da água, tudo por lá encanta. No entanto, o local passou a maior parte do ano fechado devido a uma disputa judicial.

Cascata do Uirapuru – Foto: Rama Chandra

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCampus da UFMT em VG: obras iniciadas em 2014 serão retomadas
Próximo artigoO tóxico do fascismo