Três cidades de MT recebem dinheiro extra para combater malária, leishmaniose e doença de chagas

Ministério da Saúde enviou R$ 35,5 milhões para 434 municípios espalhados por 24 Estados

(Foto: Marcello Casal/Arquivo/Agência Brasil)

Três municípios de Mato Grosso estão na lista dos 434 em todo o país que receberam recurso extra do Ministério da Saúde para investir em ações de prevenção e controle a três doenças específicas: malária, leishmaniose e doença de chagas.

Colniza (distante 1.065 km de Cuiabá) e Água Boa (740 km) terão R$ 30 mil a mais em seus orçamentos para essa finalidade. Já Dom Aquino (150 km da Capital) recebeu acréscimo de R$ 10 mil.

Os valores foram definidos levando em consideração a quantidade de pessoas que vivem no município.

No total, o governo federal vai investir R$ 35,5 milhões no combate a estas doenças, nas cidades que ainda registram um volume considerável de casos.

Os 434 municípios contemplados estão distribuídos em 24 Estados.

No caso da malária, Mato Grosso está entre os oito Estados com mais registros da doença. Em todo o país, só no ano passado, foram notificados 131,9 mil casos de infecção.

Para a leishmaniose e doença de chagas, as estatísticas são de 2018. A primeira contabilizou 3,4 mil casos no Brasil. A segunda, teve 380 casos agudos confirmados.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFilme de Kobe Bryant vencedor do Oscar é publicado na internet; assista
Próximo artigoSeis anos de atraso: COT da UFMT é entregue e tem sua primeira competição nacional anunciada