STJ gasta quase meio milhão de reais para comprar leite condensado e biscoito

Na lista de compras também aparecem chocolate granulado, gelatina, iogurte, doce de leite, goiabada, pêssego em calda, queijo e 16 tipos de biscoito

(Foto: Freepik)

Ao que parece a lista dos altos gastos envolvendo o Judiciário ainda está bem longe do fim. Desta vez é o Superior Tribunal de Justiça que ganhou destaque ao anunciar uma licitação de quase meio milhão de reais na compra de leite condensado, chocolate granulado, gelatina, iogurte, doce de leite, goiabada, pêssego em calda, queijo e 16 tipos de biscoitos.

O resultado foi divulgado no último dia no dia 24 e o nome da empresa vencedora da licitação ainda não foi divulgado. Entretanto, o valor da licitação foi divulgado em módicos R$ 459 mil pagos pelos contribuintes.

O contrato passa a valer a partir de fevereiro de 2021 e é provável que a maioria dos ministros ainda não tenha voltado a trabalhar no órgão. Hoje, boa parte dos ministros está trabalhando remotamente. Apesar disso, o edital sustenta que a compra é para atender aos senhores ministros e magistrados.

O edital não apresenta explicações sobre o gasto mesmo que os ministros não estejam no órgão. E ainda sustenta que os produtos são de necessidade para o órgão.

Apenas nesta semana, O Livre noticiou a compra no valor de R$ 2,2 milhões em Iphones que o MPMT pretende realizar.

Em seguida, noticiamos também o auxílio-saúde no valor de R$ 1,5 mil dado para cada promotor e procurador do MPMT.

Até o presente momento, o Superior Tribunal de Justiça não informou se pretende dar continuidade à compra dos produtos supérfluos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProcuram-se voluntários para testar vacina chinesa
Próximo artigoMotorista que atropelou e matou motociclista diz que não agiu de forma intencional