Sem lockdown, Cuiabá terá toque de recolher de 23h às 5h pelos próximos 18 dias

Decreto do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) também altera horário de funcionamento do comércio e outros setores

(Foto: Fernanda Camargos)

A partir da quarta-feira (3), Cuiabá terá toque de recolher entre 23h e 5h, segundo anúncio do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). A medida consta em novo decreto assinado pelo chefe do Executivo e valerá pelos próximos 18 dias, encerrando-se no dia 21 de março.

Além do toque de recolher, o comércio e outros setores produtivos terão novo horário de funcionamento. (Veja abaixo todas as medidas decretadas).

A decisão, segundo Pinheiro, é baseada em um equilíbrio: conter o vírus e fomentar os setores produtivos que, segundo ele, ainda sofrem o impacto da primeira onde de covid-19.

“Somos sensíveis às dificuldades que passa o setor produtivo e também ao trabalhador cuiabano que tem medo de perder o emprego. Temos que dar estabilidade que possamos lutar com esperança”, disse.

Acompanhado dos vereadores Juca Guaraná Filho (MDB), presidente da Câmara de Vereadores, e Renivaldo Nascimento (PSDB), Pinheiro anunciou as novas medidas contra a covid-19, de Brasília. Ele está reunido com a bancada federal e prefeitos de outras capitais para firmar um consórcio e adquirir doses de vacina contra a doença.

Novas medidas contra covid-19

  • Toque de recolher de 23h às 5h (válido entre 03/03 a 21/03);
  • Comércio varejista, atacadista e shopping popular poderão funcionar de segunda a sexta-feira, de 8h às 18h;
  • Prestadores de serviço em geral funcionam de segunda a sábado, entre 8h e 18h;
  • Supermercados poderão funcionar de segunda a domingo, de 6h às 22h;
  • Distribuidoras de bebida funcionarão de segunda a domingo, de 10h às 22h, sendo vedado o consumo no local;
  • Academias de musculação terão horário de funcionamento de 6h às 22h, de segunda a sábado;
  • Shoppings funcionam de segunda a domingo, entre 10h e 22h;
  • Bares, restaurantes e congêneres: de segunda a domingo, de 11h às 22h;
  • Clubes de lazer podem funcionar de segunda a domingo, de 6h às 20. Ficam vedadas, porém, as práticas coletivas;
  • Parques, mini estádios e praças publicas não podem funcionar no período em que o toque de recolher estiver vigente;
  • Casas de show e teatros também não podem funcionar;
  • Atendimentos ambulatoriais e processos médicos eletivos estão suspensos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Que ele mudo pra melhora nada as pessoas andam saindo de suas casas indo nos mercados e outros lugares se contaminado ai que mudo com isso nada prefeito mesmo não tem mais era antigamente falo ta falado não volta atrás mercado abre as 6 fecha as 22 todo mundo sabe disso se reduzir o horário seria bem melhor por que dentro desses lugares que fica a bomba do viros cov19

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEm VG, prefeito fecha parques, praças e determina toque de recolher a partir das 21h
Próximo artigoGoverno critica decreto de Emanuel Pinheiro e diz que prefeitura “comete erros”