Secretaria diz que 95 de cada 100 pacientes com covid são pessoas não vacinadas

Em entrevista à uma rádio, governador Mauro Mendes disse que "fazer campanha de não vacinação já é crime"

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) diz que 95 de cada 100 pessoas internadas hoje em Mato Grosso com diagnóstico de covid-19 são aquelas que optaram por não se vacinar contra a doença. 

A projeção foi divulgada nesta terça-feira (11) e é referente à subida recente da taxa de ocupação de leitos de enfermaria e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para a pandemia. 

Ontem (10), as UTIs com leito pactuados entre Estados e municípios para a internação de pacientes da covid-19 atingiram a taxa de 54,9%, com 94 leitos ocupados dos 177 disponíveis atualmente. 

Uma semana antes do Natal, 17 de dezembro, a taxa estava em 33,9%. 

Na mesma data, Mato Grosso estava em uma média de 1,5 mil novos casos ao dia. Os dados atualizados hoje pela secretaria mostram o diagnóstico de 7.293 novos casos. 

“Já é crime”

Mais cedo, o governador Mauro Mendes voltou a criticar quem defende a não vacinação pelo país. Segundo ele, a foi a imunização que transformou a covid-19 – para as pessoas com todas as doses tomadas – em uma “gripezinha”, e a situação mais complexa seria a dos não vacinados. 

“A Constituição Federal garante o direito de cada um de não se vacinar, não temos no país nenhuma lei que obrigue a pessoa a se vacinar, em qualquer situação. Mas fazer campanha de não vacinação já é crime. São pessoas que estão desafiando a lógica”, disse em entrevista à rádio CBN Cuiabá.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorA economia da influência
Próximo artigo“Campanha já é crime”