Santa Casa estende serviços da campanha Outubro Rosa ao mês de novembro

O público alvo são mulheres entre 40 e 69 anos de idade, usuárias do SUS, que precisam de serviços de prevenção ao câncer de mama e câncer do colo do útero

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Devido ao sucesso da campanha Outubro Rosa, o Hospital Estadual Santa Casa estenderá os atendimentos voltados para a Saúde da Mulher até o mês de novembro de 2021. O público alvo são mulheres entre 40 e 69 anos de idade. A proposta é ofertar, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), serviços de prevenção ao câncer de mama e câncer do colo do útero às mulheres que esperam pelos atendimentos via Sistema de Regulação.

“Apesar de este ser um serviço que compete aos municípios, que são os responsáveis pela Atenção Primária, o Estado viu a necessidade de abraçar a causa tendo em vista a pandemia pela covid-19, que ocasionou a paralisação de muitos atendimentos, inclusive os voltados para as mulheres. Teoricamente encerraríamos estes serviços no dia 30, mas vamos estender para o mês de novembro face à importância do diagnóstico precoce do câncer de mama e câncer do colo do útero”, disse o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo.

De 1º de outubro a 30 de outubro, o Hospital Estadual Santa Casa realizou 2.089 atendimentos. O local contou com o apoio de uma unidade móvel de Saúde da Mulher, adquirida pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) por R$ 3.878.000 e equipada para ofertar serviços itinerantes à população mato-grossense. A unidade móvel continuará no mês de novembro dando apoio ao Hospital Estadual com consultas e exames.

Os atendimentos

Durante o mês de novembro, a unidade móvel de Saúde da Mulher continuará estacionada no Hospital Estadual e auxiliará na realização de exames preventivos. O Hospital também manterá a estrutura com recepção, consultórios, box de testagem covid-19 e aparelhos para exames.

A ação é realizada em forma de mutirão, para que milhares de mulheres consigam acesso gratuito a esses serviços, reduzindo também a fila do SUS. “As mulheres que forem diagnosticadas poderão fazer o tratamento no próprio hospital tendo em vista que a unidade de saúde é referência em oncologia”, informa a diretora do Hospital Estadual Santa Casa, Patrícia Neves.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProibição de pesca nos rios de divisa de Mato Grosso começou nesta segunda-feira (1º)
Próximo artigoMendes defende que todos os países devem fazer sua parte contra as mudanças climáticas