Revisão em contratos do ‘MT Integrado’ rendem economia de R$ 4,6 milhões aos cofres públicos

Governo do Estado corrigiu o sobrepreço dos contratos de pavimentação

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

As correções nos preços praticados nos contratos do Programa MT Integrado renderam uma economia aos cofres públicos de R$ 4,6 milhões. O trabalho de revisão foi feito pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) e julgado durante um processo de tomada de contas especial no Tribunal de Contas do Estado.

A tomada de contas teve por objetivo apurar os editais de pavimentação de rodovias que tinham indícios de sobrepreço e foram alvo de um termo de ajustamento de gestão entre TCE e governo do Estado.

“Após análise minuciosa dos autos, concluí que a Sinfra-MT promoveu as correções necessárias para eliminar os sobrepreços e ressalto que os benefícios decorrentes da presente fiscalização resultaram em economia ao erário estadual no montante de R $4, 6 milhões”, sustentou o relator conselheiro Sérgio Ricardo.

O julgamento da tomada de contas especial aconteceu no começo desta semana, terça-feira (3), em um processo instaurado em cumprimento às determinações contidas no acórdão n° 566/2018, que julgou representação de natureza interna relacionada a termo de ajustamento de gestão firmado entre o Tribunal e o Governo do Estado

Em consonância com o parecer da equipe técnica e do Ministério Público de Contas (MPC), votou-se pela regularidade da tomada de contas ordinária, sem prejuízo de outras ações de controle externo e medidas administrativas que possam ser adotadas pela Sinfra-MT no âmbito do contrato 136/2013.

(Com informações da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDois trechos da parte superior da Trincheira Jurumirim serão interrompidos nesta sexta-feira (06)
Próximo artigo“Não imaginava que fosse repercutir” diz operadora de limpeza após vídeo dançando viralizar