Quatro são pegos desmontando veículos em pátio de delegacia em Cuiabá

Grupo roubava peças quando policial fazia vistoria na área e viu a ação

(Foto: PJC)

Quatro jovens, entre eles um adolescente de 17 anos, foram flagrados, na manhã deste domingo (22), roubando peças de veículos apreendidos no pátio da Delegacia Especializada de Veículos Automotores (Derrfva), em Cuiabá. Os suspeitos, Adenilton de Almeida Freitas 18, Kevin Lemes de Oliveira, 18, e Marcelo Baseggeio, 19, serão autuados por roubo e o menor G.A.F, por ato infracional da mesma natureza.

Os infratores desmontavam motores de veículos quando flagrados pelo investigador plantonista. Todos já responderam por roubo e receptação, e o menor por receptação. Uma motocicleta que servia de apoio ao bando foi apreendida.

Segundo a assessoria, a delegacia tem sistema de câmeras no pátio, mas mesmo isso não tem inibido os criminosos. Os investigadores, além de acompanhar o monitoramento eletrônico de imagens, também fazem vistorias diárias e noturnas no pátio. Foi numa dessas vistorias que os suspeitos foram vistos.

Veículos acumulados

O pátio da delegacia é depósito de diversos carros e motocicletas apreendidos. Muitos são veículos antigos, de até 20 anos, e permanecem no pátio por estarem a vinculados a procedimentos criminais que ainda tramitam. Outros veículos apreendidos mais recentemente aguardam retirada dos proprietários.

A polícia busca autorização da Justiça para prensar os veículos e diminuir o volume depositado. No ano passado foram prensados 35 veículos inservíveis que estavam há anos no pátio da delegacia, numa parceria com Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

(Com informações da assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorConvidada para ser vice, Janaína Paschoal surpreende e irrita aliados de Bolsonaro com discurso
Próximo artigoEm ano de eleições, deputados federais de MT torram R$ 1,6 milhão de cota em 6 meses