Projeto que estabelece mudança na cobrança de ICMS deve ser revisto

Rogério Gallo admite que há necessidade de mudar proposta para que ela fique mais clara

FABLICIO RODRIGUES / ALMT

O Projeto de Lei Complementar (PLC) do governo do Estado que estabelece mudança na cobrança de ICMS de produtos em Mato Grosso foi alvo de audiência pública na tarde desta segunda-feira (01) na Assembleia Legislativa. Um convênio do Confaz estabelece que até o dia 31 de julho todos os estados precisam convalidar seus incentivos ficais sob pena de invalida-los.

A maior parte dos deputados estaduais que usaram a palavra na audiência pediram que o governo retire de pauta o PLC ou que se apresente um substitutivo ao texto. Em coro único os deputados dizem que o Estado usa da retificação dos incentivos fiscais para aumentar impostos em Mato Grosso.

Representando o governo, o secretário Rogério Gallo, explicou a necessidade de manter o texto em tramitação no Legislativo Estadual. No entanto, ele admite que há necessidade de mudança na proposta para que ela fique mais clara.

O secretário negou que haja aumento de imposto para o comércio, por exemplo, segundo ele, os não-optantes do Simples Nacional vão pagar de acordo com a margem de lucro que o comerciante for praticar.

Já na indústria destacou que o novo Prodeic vai gerar segurança jurídica aos empresários e isonomia pra quem busca o incentivo.

Quanto ao setor atacadista, o secretário disse que haverá benéfico já que a porcentagem do imposto de Mato Grosso será o mesmo de Goiás, principal concorrente do Estado no setor atacadista.

Outra mudança admitida é quanto à cobrança do ICMS do etanol, também quanto a energia rural, o secretário disse que há espaço para discussão.

Já quanto à micro-geração de energia solar o secretário disse que é possível fazer discussão sobre o assunto e que a base está subindo em escala geométrica. O setor participou da audiência e defendeu a manutenção da isenção da geração da energia verde.

O agronegócio debate mais uma vez o PLC nesta terça (01), às 9h.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIncêndio destrói casa em Lucas do Rio Verde
Próximo artigoIncêndio florestal na Alemanha ameaça detonar munições da 2ª Guerra