Procura por atendimento médico na BR-163 aumenta em 2021

Socorristas e médicos da Rota do Oeste foram acionados, em média, por uma pessoa a cada 2 horas

(Foto: Assessoria / Rota do Oeste)

A busca por atendimento clínico na BR-163, em Mato Grosso, aumentou 6% em 2021, quando as equipes médicas da Rota do Oeste foram procuradas, em média, por 11 pessoas ao dia com algum tipo de mal-estar ou problema de saúde. De janeiro a novembro, os profissionais da área de saúde que atuam na rodovia avaliaram 3.658 pessoas que apresentaram algum tipo de problema de saúde ou mal-estar durante a viagem. No ano anterior, foram registrados 3.566 casos da mesma natureza.

O socorro é desempenhado pela Concessionária no trecho de 850,9 km da BR-163, de Itiquira a Sinop, em Mato Grosso, em tempo integral e com toda a estrutura operacional oferecida pela empresa. O atendimento clínico é uma prestação de serviço destinada a pessoas que estão na rodovia e apresentam algum problema de saúde, que pode ir desde uma dor de cabeça, pressão alta ou mal-estar a pessoas que apresentam quadros mais graves de saúde, como princípio de infarto.

Na avaliação do gerente de Operações da Rota do Oeste, Wilson Ferreira, o aumento pela procura aos serviços clínicos tem relação com o maior conhecimento dos usuários sobre a possibilidade de recorrer às equipes médicas da Concessionária em um caso de emergência aliada à confiança no atendimento. Destaca ainda que o serviço reforça a segurança na rodovia, visto que evita que motoristas sigam viagem sem condições adequada de saúde.

“Toda pessoa que estiver percorrendo a rodovia e apresentar algum desconforto, a recomendação é que pare em uma das 18 bases de atendimento da Rota do Oeste, na praça de pedágio ou em algum local seguro e acione o serviço pelo 0800 065 0163. Não é recomendado seguir viagem sem que esteja com condições seguras, isso evita um problema maior, como um desmaio ao volante, por exemplo”.

Este ano, um dos casos que repercussão envolveu o socorro a um bebê engasgado na região de Sorriso. A ação dos socorristas da Rota do Oeste salvou a vida da criança, que na época estava com cinco meses de idade. A menina se engasgou na BR-163 durante uma viagem com a mãe e outros dois irmãos. Ela foi levada desmaiada e roxa à base do Sistema de Atendimento ao Usuário (SAU) e desengasgada. 

Estrutura de atendimento

Ao todo, o trecho sob concessão conta com 18 bases de atendimento ao usuário, com estrutura adequada de estacionamento, banheiros, telefone e equipes para atendimento, quando necessário.

Para atender aos usuários neste tipo de ocorrência, a Rota do Oeste conta com equipes operacionais por todo o segmento da rodovia. São 18 ambulâncias para atendimento médico, sendo cinco delas com UTI móvel para os casos de emergência. As equipes médicas também podem ser acionadas por meio do 0800 065 0163, que funciona 24 horas.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJosé Maria Rabelo, fundador do PDT, morre aos 93 anos em Minas Gerais
Próximo artigoVeterinário dá dicas para você viajar com seu pet neste fim de ano