Prefeitura de Leverger é alvo de operação sobre desvio de recurso

Gabinete do prefeito está na lista de locais vistoriados em busca de contratos relacionados aos serviços da pandemia

Investigadores do Núcleo de Ações de Competências Originária (Naco), fizeram buscas na Prefeitura de Santo Antônio do Leverger (35 km de Cuiabá) nesta sexta-feira (25). A operação foi para recolher documentos que possam comprovar suposta fraude em contratos públicos.

O gabinete do prefeito Valdir Castro Pereira Filho (PSD) está dentre os locais vistoriados pelos agentes.

A ação foi deflagrada após levantamento do Ministério Público Federal (MPF), que aponta indícios de desvio em recursos destinados a serviços relacionados à pandemia.

Na portaria assinada pela procuradora da República, Vanessa Marconi Ribeiro Scarmagnoni, são citadas a falta de transparência nos gastos de recursos enviados pelo governo federal e de publicidade nos contratos assinados pela prefeitura.

A portaria do Ministério Público indica que a Prefeitura de Santo Antônio do Leverger recebeu até julho mais de R$ 92 mil com carimbo para serviços de combate ao contágio pelo novo coronavírus.

Investigadores do Naco chegaram à prefeitura por volta das 6h e fizeram vistoria de documentos, computadores e outros itens administrativos, com a colaboração do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCandidatos são orientados a não gerar aglomeração nem distribuir santinhos
Próximo artigoMT vai receber R$ 10,6 milhões para comprar alimentos da agricultura familiar