Candidatos são orientados a não gerar aglomeração nem distribuir santinhos

Ministério Público colocou a regras sanitárias no bojo de regras de campanhas que poderão afetar o andamento das eleições

(Foto: Assessoria)

Os organizadores de campanhas eleitorais terão um desafio a mais neste ano. Terão que buscar caminhos para chegar ao eleitor sem o uso das alternativas tradicionais, como carreatas, comício e outros evento que normalmente aglomerem pessoas. E também não vão poder distribuir santinhos 

O Ministério Público Eleitoral já notificou partidos e candidatos em Mato Grosso a adotar, durante a campanha eleitoral, as medidas sanitárias necessárias à prevenção de contágio pelo coronavírus.  

A informação foi divulgada nessa quinta-feira (24). As recomendações de medidas a serem adotadas estão estabelecidas de acordo com as regras sanitárias em vigor desde o fim de março.  

Caso optem por realizar eventos de aglomeração, essas regras deverão ser observadas: distanciamento, meios de higienização, proteção facial, etc.  

Os candidatos deverão ainda evitar o contato físico com o eleitor. 

Para o dia das eleições, a recomendação é para que os candidatos evitem levar acompanhantes ao local de votação e também não mantenham contato físico com eleitores, mesários e fiscais.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSecretário-adjunto é preso em flagrante com R$ 20 mil de suposta propina
Próximo artigoPrefeitura de Leverger é alvo de operação sobre desvio de recurso