Prefeitura de Cuiabá revoga toque de recolher e amplia permissão de público em igrejas

Mudanças começam a valer a partir de domingo (1º)

A Prefeitura de Cuiabá revogou o toque de recolher e ampliou a quantidade de pessoas em locais fechados, como igrejas e salas de aula. 

As medidas começam a valer a partir de domingo (1º), em alteração ao decreto nº 8.189. O novo decreto deverá ser publicado na próxima edição do Diário Oficial de Contas. 

O toque de recolher havia sido renovado no dia 9 deste mês e estabelecia restrição na circulação de pessoas entre 1h e 5h. A prefeitura retirou qualquer restrição de circulação, o que irá refletir no funcionamento de bares, distribuidoras de bebidas e casas noturnas. 

Igrejas e salas de aula

Já os cultos religiosos e aulas presenciais em instituições de ensino superior e cursos livres estavam liberados com ocupação máxima de 50% da capacidade de igrejas e salas. 

Com a alteração, as celebrações religiosas passam a ser permitidas no período das 6h às 20h, sendo no máximo duas por turno e com intervalo de 1 hora entre uma e outra.  

Deverá ser respeitada a lotação máxima de 70% da capacidade total do local, bem como distanciamento mínimo de 1,5m entre as pessoas, à exceção de membros de uma mesma família. 

Antes, o decreto nº 7.887 estabelecia intervalo mínimo de 1h30 entre as celebrações e a ocupação máxima de 30% da capacidade do ambiente.  

A capacidade de atendimento dos cursos livres em geral, pós-graduação e congêneres aumentou para 50% ou 35 pessoas por turma. No mesmo decreto 7.887, o limite estava permitido a 14 estudantes por turma. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMorte de sagüis fecha parque em Cuiabá
Próximo artigoGoverno de MT compra condicionadores de ar e 38 somem antes de serem registrados