Prefeitura cumpre última etapa de repasses a projetos aprovados em edital da Cultura

Proponentes de projetos nos segmentos Audiovisual e Cultura Popular aguardam repasse para dar início a projetos

Foto: Luiz Alves/Secom

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, informa que vai cumprir a última etapa do calendário de repasses a projetos aprovados por edital de incentivo à produção e circulação. O desembolso sai até o fim de fevereiro.

Na sexta-feira (17), o secretário de Cultura, Francisco Vuolo se reuniu com representantes dos segmentos de Audiovisual e Cultura Popular para fazer alinhamentos. Os proponentes dos projetos aguardam o repasse para a realização dos projetos.

Em decorrência de dois pedidos de desistência de execução de projetos, feitos pelos próprios proponentes, e mais um que está sob análise da Secretaria de Cultura, o montante que seria pago aos segmentos nesta etapa foi recalculado.

Desistências

No caso do segmento de Audiovisual, o proponente do projeto “Do outro lado de Warzea Grande”, no valor de R$ 25 mil protocolou um pedido de desistência, sendo assim, não haverá desembolso; há também o projeto coletivo do mesmo segmento que está sob análise de execução e também não terá seu valor de R$ 200 mil desembolsado até que a situação seja avaliada em conjunto com os realizadores e representantes do setor. Por isso, o total desembolsado nesta fase para Audiovisual será de R$ 75 mil e não de R$ 300 mil.

Quanto ao segmento de Cultura Popular, houve uma desistência por parte do proponente do projeto “Danças Circulares, movimentos que ampliam e potencializam a Cultura”, que tinha o valor de execução em R$ 9.960. Portanto será desembolsado ao segmento R$ 290.040 e não R$ 300 mil. O total desembolsado para os dois segmentos, Audiovisual e Cultura Popular nesta etapa será de R$ 365.040 mil.

Outros, em fases de prestação de contas

Projetos como “Rua do Rasqueado” e Terra Brasilis” são exemplos de sucesso de público e já se encontram em fase de prestação de contas, como define o edital.

A expectativa é de que mais de 200 artistas se envolvam na execução dos projetos e contribuam nesta movimentação cultural, que tem potencial para girar a economia da cidade no setor de serviços, gerando renda.

De acordo com o secretário Vuolo, o objetivo é de que todos os projetos sejam executados efetivamente. A Secretaria de Cultura tem acompanhado a execução de cada um e está com as portas abertas para readequações na execução dos projetos e futuras prestações de contas, além de quaisquer outras dúvidas relacionadas.

Todos os 51 projetos do edital FUNDO/2019 foram selecionados de acordo com critérios estabelecidos pelos conselheiros do Conselho Municipal de Cultura.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProjeto propõe “multa” a motorista de aplicativo que cancelar ou atrasar viagens
Próximo artigoOperário de Várzea Grande desiste da contratação do goleiro Bruno

O LIVRE ADS