Polícia Militar apreende 120 kg de drogas e prende 4 pessoas

Um dos suspeitos teria afirmado que o entorpecente era de uma facção criminosa

(Foto: Divulgação / Força Tática)

A Política Militar apreendeu 120 quilos de drogas e prendeu quatro pessoas por tráfico de drogas, uma delas seria de uma facção criminosa, após receber uma denúncia anônima que informou que em um imóvel, no bairro CPA 3, em Cuiabá, havia uma intensa comercialização de entorpecentes.

O relato frisou ainda que os moradores da região estariam recebendo ameaças quando a Polícia Militar era acionada.

Na noite desta sexta-feira ( 10), quando  os policiais chegaram ao local, encontraram dois suspeitos que, ao avistarem os militares, teriam ficado nervosos e um deles teria deixado cair um pequeno tablete. Durante a abordagem, os policiais teriam verificado que realmente era uma substância análoga à maconha.

Como o portão da casa estaria entreaberto, os policiais viram uma mochila e dentro dela tinham outros dois tabletes e três porções menores do que seria a mesma substância, além de papel filme e uma balança de precisão. Nesse momento, um dos suspeitos teria esboçado reação e os policiais, então, o algemaram.

Na parte dos fundos do imóvel, os militares encontraram outros dois suspeitos e um deles teria dito aos policiais que o rapaz conhecido como Saci, que era um dos que estavam na parte da frente do imóvel, seria o responsável pelo entorpecente. 

O suspeito foi questionado e teria confessado que guardava o entorpecente em uma propriedade de uma facção criminosa e outra parte estaria em um matagal no bairro Planalto. A equipe da Força Tática foi até o local e teriam sido encontradas mais cinco peças do suposto entorpecente.

O rapaz teria relatado aos policiais ainda que havia mais drogas na kitnet onde mora, no bairro CPA 3, próximo ao terminal. Ali, os militares teriam encontrado o restante do entorpecente, além de R$ 6.900 em dinheiro e uma balança de precisão.

Os quatro suspeitos e a droga foram encaminhados para a Central de Flagrantes para o registro da ocorrência.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCom estratégia centrada em Galvan, PTB apresenta pré-candidatos para as eleições
Próximo artigoPreços dos produtos juninos sobem mais que a média da inflação nos últimos 12 meses