PIB do agro no primeiro trimestre teve redução de 0,5%

Já a taxa acumulada nos últimos quatro trimestres registra crescimento de 0,9% em relação a igual período anterior

Foto: Embrapa/Divulgação

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quinta feira (30) os resultados do PIB (Produto Interno Bruto) referente ao primeiro trimestre do ano, apontando taxa negativa de 0,2 % em relação ao trimestre anterior. A Agropecuária teve taxa de -0,5 %, Indústria, -0,7%, e serviços, 0,2 %.

Em valores correntes, o PIB no primeiro trimestre totalizou R$ 1,714 trilhão, a Agropecuária, R$ 90,234 bilhões, Indústria, R$ 296, 996 bilhões, e Serviços, R$ 1,074 trilhão. A participação setorial mostra a Agropecuária com 5,3 %, Indústria, 17,3 % e Serviços, 62,7 %.

A taxa acumulada nos últimos quatro trimestres em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores, registra crescimento do PIB de 0,9 %, para a Agropecuária, 1,1 %, Indústria, 0,0 %, e Serviços 1,2 %.

Em três dos quatro trimestres de 2018 a Agropecuária teve taxas negativas de crescimento. Como as taxas são comparativas, isso se deve, também aos resultados de 2017 que foram excepcionais, analisa José Garcia Gasques, coordenador-geral de Estudos Econômicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Com exceção do último trimestre, que teve algum crescimento a Agropecuária vem acumulando desde 2018 trimestres com redução de crescimento, observou o coordenador.

Os destaques positivos neste ano têm sido o comportamento das exportações do agronegócio, o bom desempenho da safra de milho e da pecuária. Como contribuições negativas se destacam a redução em 10,6 % na produção de Arroz, (-4,4 %) da produção de Soja e de (-2,9) % na produção de Fumo.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDelação de Alan Malouf: Taques, Leitão e Maluf passam a ser investigados pela Justiça de MT
Próximo artigoOperação Mantus: genro e gerente de Arcanjo têm prisões mantidas