|sábado, 21 abril 2018

PF cita Wellington

COMPARTILHE COMPARTILHE

Ednilson Aguiar/O Livre

Senador Wellington Fagundes

Senador teria atuado em favor da Rodrimar, concessionária de áreas no Porto de Santos

A Polícia Federal questionou o presidente da República, Michel Temer (PMDB) sobre o possível envolvimento do senador mato-grossense Wellington Fagundes (PR) na edição de um decreto que favoreceu empresas do setor de portos. A tese da PF é que o presidente e aliados teriam recebido propina para favorecer a Rodrimar, concessionária de áreas do Porto de Santos.

De acordo com as informações trazidas pela Revista Época, foram enviadas 50 perguntas a Michel Temer. Na pergunta de número 35, a PF questiona se o senador de Mato Grosso procurou o presidente para tratar do novo decreto e se Wellington defendeu a inclusão dos contratos anteriores a 1993.

“35. Foi procurado pelo senador Wellington Fagundes para tratar sobre o novo decreto dos portos? Se sim, quando e onde? Explicitar as demandas do senador. O senador Wellington Fagundes defendia a inclusão de solução das concessões dos contratos pré-93 no novo decreto dos portos? Quais as justificativas apresentadas pelo senador?”, diz trecho do questionário.

Até o momento, a PF identificou um lobby intenso da Rodrimar. A defesa de Wellington Fagundes informou que ele tratou do assunto com Temer porque é presidente da Frente Parlamentar de Logística.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Comerciante reage a assalto, tira arma de bandido, mata um e fere outro

Terceira mulher é estuprada próximo à Unemat de Sinop

Clarice Lispector e irmã escreviam manuais para “amansar” empregadas, relembra pesquisadora da UFMT

Família pede doação de sangue para o músico Bolinha

Juiz autoriza confisco de bens em cobertura dos Malouf por receio de calote

X