Pela 3ª eleição consecutiva, mais de 100 mil não votarão em Cuiabá e Várzea Grande

Número de eleitores irregulares com a Justiça tem se mantido em torno de 20%, com maior avanço em VG

(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

Mais de 100 mil eleitores não votarão em Cuiabá em Várzea Grande nas eleições de outubro. O número representa quase 20% do eleitorado nos dois maiores colégios eleitorais de Mato Grosso e persiste desde as 2018. 

Conforme os dados do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), essa será a terceira eleição seguida em que mais de 100 mil pessoas ficarão de fora da escolha de voto. Porém, o grupo era bem maior na última eleição presidencial. 

“Não de que se falar em perda de representatividade [da Baixada Cuiabana] porque esse número não é de agora. Em 2018, já ao fim do segundo turno havia cerca de 171 mil eleitores com título irregular em Cuiabá e Várzea Grande, ou seja, o número diminuiu”, comentou ao juiz Bruno D’Oliveira Marques. 

Se comparado isoladamente, o percentual é menor na Capital. Neste ano, 72.884 não poderão votar por impedimento judicial. O principal motivo é a falta de recadastramento biométrico na Justiça Eleitoral. Se confrontados com os eleitores aptos na eleição municipal de 2020, eles equivalem a 19,2% do total. 

Em Várzea Grande, a proporção ficará na casa de 21,7%. Na última eleição para prefeito e vereadores, 160.409 eleitores estavam aptos a votar. O peso, no entanto, tende a ser maior neste ano porque houve redução de cerca de 30 mil eleitores desde 2018. 

O prazo para regulamentação ou pedido de registro de título encerrou no dia 4. O balanço preliminar do TRE-MT indica que 298.230 eleitores estão inaptos a votar por cancelamento de título no estado.  

Mas, no fim de abril, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) resolveu suspender o cancelamento de 107 mil títulos em Mato Grosso para as cidades cujo processo de recadastramento biométrico foi interrompido pela pandemia desde 2020. Em Cuiabá, o processo terminou em 2018. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDivisão da base bolsonarista
Próximo artigoOperação prende sete motoristas por embriaguez ao volante em Cuiabá