Parceria com concessionárias garante aulas práticas em máquinas modernas

Toda semana o Senar em parceria com o sindicato rural dos municípios oferece treinamentos voltados para as atividades no campo

Foto: Assessoria

Toda segunda-feira, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR-MT), em parceria com os Sindicatos Rurais, inicia dezenas de treinamentos e ações para promover o conhecimento no mais diversos municípios mato-grossense. Esta semana não será diferente.

No Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica, de Campo Novo do Parecis, haverá cursos para capacitar profissionais que irão atuar no setor de máquinas e implementos agrícolas. Uma parceria com as concessionárias da Stara Dinâmica, Massey Fergunsson e da Case IH (Maxxicase) garantirão que os participantes que farão o treinamento no CT de Campo Novo esta semana possam aprender a teoria na prática.

Quem vai fazer o treinamento de manutenção e operação de plantadeira terá a oportunidade de aprender a operar uma Estrela – 30 linhas – 45 centímetros – adubo e semente, da Stara. “Esta parceria é importante para todos. Recebemos muita reclamação de falta de mão de obra qualificada. Portanto, para nós, quanto mais profissionais capacitados para operar nossas máquinas e extrair 100% do que oferecem melhor é para nós e para os produtores rurais”, explica o representante da Stara Dinâmica, Dilmar Wasen.

Já quando o assunto é treinamentos para os operadores de tratores no Centro de Treinamento de Campo Novo do Parecis, os participantes poderão conhecer melhor o modelo 7725, 250 cv, com câmbio Dina – 6, da Massey Fergunsson e também o trator Magnum, da Case IH. “Nosso objetivo é levar conhecimento aos profissionais que trabalham no setor de máquinas e implementos agrícolas. Por isso, é importante esta parceria entre o dono do trator modelo 7725, que é o produtor rural Sérgio Stefanello, a Massey Fergunsson e o SENAR-MT”, enfatiza o representante da Massey Fergunsson, Laudair Bulgarelli.

O representante da Maxxcase, Wilson Barsaglini acrescenta que quanto mais operadores qualificados no mercado, menor será a demanda por manutenção. “Uma máquina parada durante o plantio ou a colheita é um prejuízo muito grande. Quando temos profissionais capacitados para operar nossos equipamentos menor é o índice de problemas com as máquinas”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOrquestra de Campo Verde exibe repertório de clássicos nesta quarta, no Teatro Zulmira
Próximo artigoDevidamente registrados