MP denuncia ex-secretário de Segurança por ameaça a delegado

Crime teria ocorrido quando Flávio Stringueta chefiava inquérito da "Grampolândia Pantaneira"

Rogers Jarbas chegou a ser preso durante as investigações dos grampos ilegais em MT (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Ex-secretário de Segurança Pública de Mato Grosso, o delegado Rogers Elizandro Jarbas foi denunciado pelo Ministério Público Estadual (MPE) sob a acusação de ameaçar o colega de trabalho Flávio Henrique Stringueta.

O crime teria ocorrido na época em que Stringueta chefiava as investigações da chamada “Grampolândia Pantaneira” e que resultaram na deflagração da Operação Esdras, em que o próprio Jarbas acabou preso.

A denúncia do MPE foi protocolada nesta sexta-feira (13). Nela, Rogers Jarbas é acusado de “usar de violência ou grave ameaça, com o fim de favorecer interesse próprio ou alheio, contra autoridade”. A pena prevista é de um a quatro anos de reclusão e multa.

De acordo com o MPE, o caso ocorreu no dia 28 de março de 2018, no interior de um supermercado de Cuiabá. Jarbas teria tentado intimidar Stringueta e, posteriormente, provocado uma discussão no estacionamento.

Na oportunidade, o ex-secretário teria xingado o delegado de “safado” e o instigado a resolver as coisas de “homem pra homem”, diz a denúncia.

Conforme o MPE, imagens do circuito interno de câmeras do supermercado demonstram que a investida do ex-secretário teve “requinte de premeditação”.

A denúncia foi oferecida pela 19ª Promotoria Criminal de Tutela Coletiva de Segurança Pública da Capital.

LEIA TAMBÉM

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.