Morre no Rio de Janeiro piloto de helicóptero que caiu no Pantanal

Renato de Oliveira Souza passou mal em casa na noite dessa segunda-feira (26), foi socorrido, mas morreu em uma UPA

(Foto: Reprodução/Metrópoles)

O agente da Polícia Civil do Distrito Federal, Renato de Oliveira Souza, que pilotava o helicóptero da Força Nacional que caiu no pantanal no início deste mês, morreu na madrugada desta terça-feira (27), no Rio de Janeiro. 

Segundo apuração do Metrópoles, o agente passou mal na noite de segunda-feira (26), sentiu falta de ar e chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA).   

A suspeita é de tromboembolismo pulmonar. Souza havia recebido alta na quarta-feira (21).  

O policial ficou internado em hospital em Cuiabá logo nos primeiros dias após a queda do helicóptero. A família dele mora na Capital.  

Por meio de mensagens nas redes sociais, familiares lamentaram a morte do policial. 

O irmão dele narrou, em áudio enviado aos amigos, que percorreu diversos hospitais do Rio com a ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), antes de conseguir atendimento médico para Souza.  

“Renato agora está voando mais alto, que voe para sempre”, disse uma sobrinha. (Com Metrópoles)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCresce 60% o número de cidades com mais eleitores que habitantes
Próximo artigoCuiabá tem 711 interessados no cargo vereador: veja o perfil dos candidatos