Cuiabá tem 711 interessados no cargo vereador: veja o perfil dos candidatos

Partidos pequenos tiveram a preferência dos candidatos que são, em sua maioria, homens pardos, casados e empresários

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) registrou 711 pedidos de candidatura a vereador somente em Cuiabá. A maioria é de homens, com idade entre 40 e 54 anos, que se declararam pardos e que exercem atividades empresariais. 

A tendência política está mais para a direita do que para a esquerda e de filiados a partidos pequenos. Os dados estão no perfil dos candidatos disponível na página Divulga Contas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Até o fim da manhã desta terça-feira (27), o TRE já tinha julgado e deferido o pedido de 376 candidatos e negado o registro de candidatura para 18. 

Formação e profissão 

A formação intelectual da maioria está entre a graduação em universidade e ensino médio. Pouco mais da metade (52%) declararam ter concluído curso de ensino superior e 25,8% concluíram somente até ensino médio. 

Cerca de 10% interromperam a graduação, 5% têm apenas o ensino fundamental completo; 2,25% não concluíram nem mesmo o ensino o fundamental e 2,24% disseram que sabem ler e escrever. 

As três ocupações mais comuns dentre os candidatos são empresas (10,8%), advocacia (5,6%), e serviços públicos (4,6%). O maior percentual ficou no grupo de “outros” (22,7%), cuja variedade de ocupações o TSE não informa. 

Ainda há candidatas que são donas de casa (3,2%), comerciante (3%) e estudantes (2,8%). 

Estado civil 

Quase a metade dos 711 interessados em se candidatar disse ser casada (48%). O grupo de solteiros corresponde a 39% do total. 

A participação dos homens continua massiva. Eles são 65,5% dos candidatos. As mulheres, 34,5%. Conforme o TSE, não houve pedido de registro de candidatura com nome social. 

Posição partidária 

A coloração partidária dos candidatos pode ser identificada pela filiação aos partidos mais novos e com viés de discurso mais para a direita. Duas das agremiações com mais candidatos surgiram na onda da eleição do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). 

O PSL, partido pelo qual Bolsonaro se elegeu, pediu o deferimento de candidatura a vereador para 39 pessoas. Um a menos que o partido com mais concorrentes, o PV. 

O terceiro colocação também está na lista dos grupos novos. O Patriota aparece com o mesmo número de candidatos do PSL. Depois vem o Cidadania, também com 39 pedidos. 

O ranking dos cinco mais é fechado pelos Republicanos, que esperam o deferimento de 38 candidaturas. 

Os partidos mais da esquerda, tradicionais e maiores aparecem do outro lado tabela. Caso do MDB, PT, Psol, PSDB e DEM.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMorre no Rio de Janeiro piloto de helicóptero que caiu no Pantanal
Próximo artigoRedução de imposto sobre videogames deve sair do papel ainda esse ano