|Segunda-feira, 24 setembro 2018
(Foto: Suellen Pessetto/ O LIVRE)

Meirelles sobre HCs de Lula: sou contra a politização do Judiciário

O ex-ministro da Fazenda e pré-candidato à Presidência da República Henrique Meirelles criticou a “guerra” de decisões sobre a prisão de Lula

222
COMPARTILHECOMPARTILHE

Presidente do Banco Central durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o ex-ministro da Fazenda de Michel Temer e pré-candidato à Presidência da República pelo MDB, Henrique Meirelles, criticou a  “guerra” de decisões judiciais sobre a prisão de Lula ocorrida no último domingo (8).

Logo de manhã, três deputados petistas entraram com pedido de habeas corpus para tirar o ex-presidente da cadeia no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) – que é o responsável pelas ações da Lava Jato e, consequentemente, pelo caso de Lula. Rogério Favreto, que já foi filiado ao PT, deu decisão favorável à liberação de Lula, que logo em seguida foi barrada.

“Sou contra a politização ou tentativa de politização do Judiciário e vamos trabalhar para garantir que o País tenha cada vez mais instituições mais sólidas”, disse Meirelles com exclusividade ao LIVRE em visita a Cuiabá nesta quarta-feira (11).

Mesmo contemporizando o tema, alegando que recursos e decisões fazem parte do processo, Meirelles foi taxativo ao dizer que é contra o uso da Justiça para fins políticos e que as decisões de última instância devem ser respeitadas.

“O que deve prevalecer é decisão da instância superior, que nesse caso é o Superior Tribunal de Justiça. Esperamos que tudo corra bem”, disse o ex-ministro.

Lula está preso desde abril, após ser condenado pelo juiz Sérgio Moro a uma pena de 12 anos e um mês por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá (SP). Mesmo com o petista na prisão, entretanto,  seu partido mantém o seu nome como pré-candidato à Presidência da República.

Domingo

No domingo, uma sucessão de decisões soltou e prendeu o ex-presidente em menos de 3 horas. Primeiro, o desembargador Rogério Favreto determinou a soltura de Lula, ao acatar pedido de protocolado pelos deputados federais do PT Wadih Damous, Paulo Teixeira e Paulo Pimenta. Favreto, que já foi filiado ao PT, exerceu o cargo de secretário da Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça no governo Lula e foi nomeado desembargador pela ex-presidente Dilma Rousseff na vaga destinada à advocacia.

Na sequência, o juiz Sérgio Moro, mesmo de férias, divulgou um despacho no qual afirmou que o desembargador não tinha competência para determinar a soltura do ex-presidente. Favreto, por sua vez, reafirmou sua decisão e determinou novamente a soltura imediata de Lula.

Naquela altura, o Ministério Público Federal recorreu da decisão, sob argumento de que o desembargador plantonista não detinha competência para a análise do pedido de habeas corpus.

Por fim, o relator do processo contra o ex-presidente, desembargador João Pedro Gebran Neto, interveio e anulou a decisão que determinava a soltura de Lula, colocando um ponto final na “batalha” judicial envolvendo o ex-presidente, que permanece preso.

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
UFMT oferece treinamento de defesa pessoal gratuito para mulheres; inscrições abertas
Hospital de Cuiabá indenizará paciente que ficou 6h com dor
Primavera começa com possibilidade de novo El Niño; chuvas serão mais intensas no Centro-Oeste
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Wellington acusa Mauro de se colocar em risco propositalmente ao cumprimentar militância adversária; veja vídeo
Enquadrados na Ficha Limpa, Jajah e Fabris estão entre os 28 que disputam eleição sob judice em MT
Candidato, ex-BBB sofre acidente ao retornar de agenda de campanha em Rondonópolis
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Mesmo sendo prioridade do Dnit, BR-163 será finalizada apenas em 2020
Pecuaristas aderem a projeto sustentável e reforçam a importância da união da cadeia produtiva
Fiscais do Indea se preparam para atuar no vazio sanitário do algodoeiro
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Facebook entra no mercado dos aplicativos de paquera
Meeting de estética corporal e facial reúne profissionais de todo o país em Cuiabá
“Dobradinha” Diego & Arnaldo e Israel Novaes lotam Musiva. Veja Fotos
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Bolsonaro passa bem e tem dreno retirado do abdome
TSE disponibilizará aplicativo que mostra apuração em tempo real
Toffoli assume presidência pela primeira vez
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Sine oferece quase 50 vagas de emprego nesta semana; 22 são para PCDs
Última semana para inscrição em concursos com salários de até R$ 7 mil; veja vagas
McDonald’s oferece 20 oportunidades de trabalho em Cuiabá
X