Croácia vira na prorrogação, bate Inglaterra e vai à final da Copa

Aos 4 minutos da etapa final, o atacante Mario Mandzukic se aproveitou de vacilo da defesa adversário e balançou a rede

(Divulgação)

A Croácia fez história nesta quarta-feira no estádio Luzhniki, em Moscou, venceu a Inglaterra de virada por 2 a 1, na prorrogação, e se garantiu pela primeira vez na história em uma final de Copa do Mundo, em que enfrentará a França daqui quatro dias.

O tempo-extra começou com poucas chances de gol, mas teve uma seleção croata fulminante depois do intervalo. Aos 4 minutos da etapa final, o atacante Mario Mandzukic se aproveitou de vacilo da defesa adversário e balançou a rede.

A equipe liderada pelos meias Luka Modric e Ivan Rakitic, assim, supera a campanha do Mundial de 1998, disputado na França. Naquele ano, Davor Suker, Zvonimir Boban e companhia terminaram na terceira colocação, depois de perder, justamente, para os anfitriões, nas semifinais, e vencer a Holanda, na disputa do terceiro lugar.

Esta foi a primeira vez nesta edição do Mundial que houve definição do vencedor na prorrogação. Antes de hoje, as quatro partidas que ficaram empatadas, se mantiveram assim até a decisão dos pênaltis, em que foi definido o vencedor.

Além disso, esta foi a terceira vez que a Croácia disputou 30 minutos adicionais neste Mundial. Nas oitavas e quartas, a vitória e a classificação só veio nos pênaltis, contra Dinamarca e Rússia, respectivamente.

Esta foi apenas a segunda vez desde a adoção, em 1986, do formato com quatro fases finais eliminatórias, que uma seleção disputa prorrogação nas oitavas, quartas e semis. A primeira foi, justamente, a da Inglaterra, que superou Bélgica e Camarões no tempo-extra, e caiu para a Alemanha, nos pênaltis, respectivamente.

O vencedor da semifinal disputada hoje encarará na decisão de domingo, às 12h (de Brasília), a França. O derrotado, por sua vez, vai até São Petersburgo, lutar pelo terceiro lugar com a Bélgica, em jogo que acontece um dia antes.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPresidente do STJ nega 143 habeas corpus “padronizados” a favor de Lula
Próximo artigoMeirelles sobre HCs de Lula: sou contra a politização do Judiciário