Kit merenda: Pais dizem que faltam cestas básicas e fazem fila em porta de escola

Escola estadual Zélia Costa de Almeida anunciou 400 cestas para mais de 1,2 mil famílias de alunos

(Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)

Pais de alunos da escola estadual Zélia Costa de Almeida, localizada no bairro Jardim Presidente II, em Cuiabá, se aglomeraram na manhã desta quinta-feira (4) em busca das cestas básicas distribuídas para compensar a ausência de merenda escolar (devido à suspensão das aulas presenciais por conta da pandemia). 

Às 6h, a fila já fazia contorno pela escola. Cerca de 500 pessoas estavam à espera e o número de “kits merenda”, como vem sendo chamado o auxílio, acabou sendo insuficiente. 

A confusão aconteceu após a direção da escola divulgar que apenas 400 cestas estavam disponíveis. O número seria bem menor do que fora distribuído nos meses anteriores.

LEIA TAMBÉM

“Duzentas foram entregues ontem e a outra metade, hoje. Mais cestas só serão entregues se o governo mandar dinheiro, mas a direção da escola disse que isso só deve acontecer no mês que vem”, disse Giselly Fortes, mãe de aluno. 

Ela disse que essa é a primeira vez que faltam cestas básicas para distribuição às cerca de 1,2 mil famílias de estudantes. Em meses anteriores, a distribuição teria sido feita por ordem de classe. Desta vez, porque não houve cestas o suficiente, a chamada para retirada foi geral. 

“Quando eu e outras mães vimos que estava uma aglomeração na porta da escola, nós perguntamos o que estava acontecendo e diretora disse que não tinha cesta pra todo mundo”, afirmou Giselly. 

O que diz a Seduc?

Em nota, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) afirmou que a escola Zélia Costa de Almeida já tem recurso para a compra dos kit-alimentação.

Cada escola estaria responsável pela programação de distribuição das cestas. O episódio de aglomeração nesta quinta-feira estaria sido ocasionado pela ida de vários pais em um mesmo horário.

“Com o objetivo de facilitar a retirada, já que a maioria dos pais trabalha, não foi definido o horário. O kit poderia ser retirado ao longo do dia, mas quase todos foram no primeiro horário. A escola fará agendamento de horário nas próximas entregas”, diz trecho da nota. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSenado decide nesta quinta-feira a recriação do auxílio emergencial
Próximo artigoOs profissionais do sexo e o direito do trabalho