Justiça penhora imóveis de Carlos e Teté Bezerra por dívida de R$ 18,6 milhões

Processo de cobrança judicial está aberto desde 2014, mas engenheiro responsável por ação diz que a dívida é mais antiga

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A Justiça de Mato Grosso penhorou R$ 18,6 milhões em bens do deputado federal Carlos Bezerra (MDB) e de sua esposa, Teté Bezerra, por suposta dívida com um engenheiro civil, em aberto desde 2010. 

Estão bloqueados imóveis em Cuiabá e Campo Verde (130 km da Capital). Na quinta-feira (2), o juiz da 3ª Vara Cível, Luiz Octávio Saboia Ribeiro, mandou convocar a defesa do engenheiro para avaliar as penhoras. 

O processo de cobrança judicial foi aberto em 2014 pelo engenheiro civil Pedro Luiz de Araújo Filho, que alegava ter crédito de R$ 7 milhões com Carlos e Teté Bezerra. 

Na época, foram ofertados quatro imóveis em área urbana e 14 lotes em Chapada dos Guimarães para quitar a dívida. Mas os endereços foram rejeitados pelo credor por “ausência de liquidez”. 

A Justiça então mandou avaliar os imóveis, agora empenhados, em Cuiabá e Campo Verde. Esses imóveis cobririam o valor da dívida corrigido para R$ 18,6 milhões.   

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEstudantes paquistaneses transformam universidade em Hogwarts da vida real; confira
Próximo artigoGoverno vai começar a pagar vale-gás em dezembro