Juiz manda candidato a suplente tirar do ar vídeo de ofensa à adversária

Decisão é contra o suplente do candidato ao Senado, Reinaldo Morais (PSC), por suposta agressão à candidata Fernanda Siqueira (Patriotas)

(Foto: Suellen Pessetto/ O Livre)

O juiz auxiliar de propaganda eleitoral, Armando Biancardini Cândia, mandou retirar do ar um vídeo em que o candidato a suplente ao Senado, Gilberto Moacir Cattani (PRTB), ofende a candidata Fernanda Siqueira (Patriotas). 

O juiz acatou a argumentação da coligação “Nosso Partido é o Brasil e Nossa Missão é Mato Grosso” e considerou que Cattani “extrapolou” os limites de propaganda eleitoral ao chamar a Fernanda de “Peppa Pantaneira” e “comunista”. 

“A publicação audiovisual, ao menos pelo que se verifica na ação, evidencia grande ofensa à candidata da coligação. Ao pespegar apelido pejorativo, o candidato parece ter extrapolado os limites da propaganda e ao imputar a qualidade de comunista, faz parecer neste momento inverídico”, disse o juiz em decisão dessa terça-feira (6). 

Num vídeo postado em seu perfil no Facebook, o candidato a suplente na chapa do Reinaldo Morais (PSC) chama a coronel Fernanda – como é mais conhecida – de Peppa, em referência ao desenho animado protagonizado por uma porca, e também afirma que ela tem postura e propostas políticas comunistas. 

A ação foi protocolada na semana passada e a defesa de Gilberto Cattani negou a suposta agressão do candidato à adversária. 

A Justiça determinou multa diária de R$ 10 mil a Cattani caso ele descumpra a ordem de retirar do ar no vídeo.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPF vai investigar morte
Próximo artigoJuíza nega volta de secretário, mas suspende bloqueio de R$ 715 mil