Jayme lidera pesquisa Ibope ao Senado; Selma e Leitão estão empatados na segunda colocação

Esta é a terceira rodada realizada pelo instituto sobre as eleições para o Senado por Mato Grosso

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A terceira rodada de pesquisas do Instituto Ibope sobre as eleições para o Senado por Mato Grosso, divulgada nesta sexta-feira (05) pela TV Centro América, aponta a liderança de Jayme Campos (DEM), com 37% das intenções de voto. Empatados tecnicamente na segunda colocação, surgem a Juíza Selma (PSL), com 27%, e Nilson Leitão (PSDB), com 22%.

Na sequência, aparecem Carlos Fávaro (PSD), com 17%, o Procurador Mauro (Psol), com 16%, Adilton Sachetti (PRB), com 13%, e Maria Lúcia Cavalli (PCdoB), com 11%.

Sebastião Carlos (Rede), Waldir Caldas (Novo) e Gilberto Lopes Filho (Psol) figuram com 2% cada e Aladir Leite (PPL) tem 1%. Brancos e nulos da primeira vaga somam 10% e da segunda vaga são 16%. Os que não souberam responder são 25%.

Quando são considerados apenas o votos válidos, excluídos brancos, nulos e indecisos, Jayme aparece com 25% das intenções de voto, Selma com 18% e Leitão com 14%.

Logo em seguida surgem Fávaro, com 11%, o Procurador Mauro, com 10%, Sachetti (PRB), com 9%, e Maria Lúcia, que tem 7%.

Sebastião Carlos figura com 2% e Waldir Caldas, Gilberto Lopes e Aladir Leite aparecem com 1% cada.

Nas eleições deste ano, os eleitores votarão em dois candidatos a senador, pois duas cadeiras de cada Estado serão renovadas no Senado. Por essa razão, a soma das intenções de votos da pesquisa ultrapassa 100%, pois considera as duas vagas.

Dados da pesquisa

A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número MT-05877/2018 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR‐05537/2018, e divulgada pelo jornal MTTV 2ª edição, da TV Centro América. Foram ouvidas 812 pessoas entre os dias 3 e 5 de outubro.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNova lista suja de trabalho escravo denuncia 209 empresas
Próximo artigoBarroso é contra nova Constituinte e defende reforma política