Inflação pode frear expectativa de consumo dos cuiabanos

Para o presidente da Fecomércio-MT, população percebeu a queda no poder de compra

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

A última pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) feita em Cuiabá, referente a expectativa do mês de agosto -, registrou alta de 3,8% sobre o mês anterior e chegou a 69,6 pontos, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

A análise, feita pelo Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio (IPF-MT), alerta para a alta da inflação, o que pode frear a expectativa de consumo dos cuiabanos para os próximos meses.

A pontuação atual mantém crescimento observado desde maio de 2021, no entanto, está 5,3% inferior do que o registrado em janeiro deste ano, quando somava 73,5 pontos. Na época, a inflação puxava a taxa Selic para o patamar mínimo histórico de 2%. Ainda assim, é importante destacar que em agosto de 2020 o índice era 57,2 pontos.

O presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, reforça a preocupação com a alta da inflação, apesar dos bons números da pesquisa.

“O cidadão está mais seguro com relação ao emprego, porém, há um alerta: a percepção de que a renda atual está em queda, o que é reflexo da inflação que está em ascendência em todo país”, disse Wenceslau Júnior.

Segundo a análise do IPF-MT, abril de 2021 interrompeu, com uma forte queda, a tendência de melhora da pesquisa, que vinha sendo observada nos últimos 13 meses.

“Os efeitos pandêmicos da covid-19 continuam a afetar o aumento da intenção de consumo das famílias na Capital. O risco da inflação em alta tem freado o nível de consumo atual, apesar da recuperação do emprego”, explicou o diretor de pesquisas do IPF-MT, Maurício Munhoz.

Além disso, o IPF-MT destaca que aqueles que recebem menos de 10 salários mínimos, como renda mensal, estão sentindo mais os efeitos da inflação no país. “Apesar dos números positivos na economia e da intenção de consumo do cuiabano, é preciso que fiquemos alertas com os índices inflacionários”, concluiu Munhoz.

LEIAM TAMBÉM:

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Minha memória se apaga vagarosamente”, escreve Silvio Santos, aos 89 anos, em relato; confira
Próximo artigoMãe exigiu que escola retirasse “A Bela Adormecida” de grade por livro ser “machista”