Homem cego impressiona com manobras de skate

Ele perdeu a visão aos 23 anos

O jovem americano Daniel Mancina, de 32 anos, tem uma habilidade impressionante com seu skate. Aprendendo a andar com o skate desde seus 7 anos, o rapaz considera o esporte como parte imprescindível em sua vida e não abre mão desse prazer apesar de hoje estar totalmente cego.

Infelizmente, em uma reviravolta inesperada em sua vida aos 13 anos, Dan – como é conhecido – foi diagnosticado com retinite pigmentosa (RP), uma doença genética dos olhos que causa perda de visão. Em entrevista ao site da Red Bull, em 2018, Dan lembrou que o médico lhe disse não haver um tratamento para sua condição, mas que por ser novo, talvez até ele chegar à vida adulta, algo surgisse.

Mas os anos se passaram e nenhum tratamento foi desenvolvido. Dan continuou levando a vida em seu skate, como podia, e então, aos 23 anos, sua visão foi embora.

“Depois dos 20 anos perdi a maior parte da minha visão funcional. Parei de dirigir, de andar de bicicleta, não podia mais sair sozinho. Isso teve um grande impacto em minha vida”, disse ele em entrevista à Men’s Health.

“Precisei me encontrar como Dan e quando isso aconteceu eu vi que era um skatista acima de tudo. Voltei ao meu skate e vi, definitivamente, que eu não seria feliz sem ele”, contou. Em 2018, ainda com 5% da visão, Dan contou à Red Bull que conseguia ter percepção de luz, sombras e contrastes. “A minha visão está no meu periférico direito e, por isso, para ver diretamente à minha frente preciso olhar para o lado”. Ele passou então a usar a bengala para cegos como apoio para se locomover na pista.

Hoje, porém, Dan já não enxerga mais nada. Mas continua com seu skate. “Eu não tenho mais os 5% de visão e tudo o que já era desafiador se tornou ainda mais agora. Apesar de totalmente cego, estou na minha melhor fase”, explicou à Trip, em maio deste ano. Segundo ele, a sua experiência é inclusiva e é na pista em que ele se expressa totalmente. Com o skate ele realiza manobras impressionantes.

Confira:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEspetáculo musical recorda jingles populares no Teatro da UFMT
Próximo artigoMark Ruffalo e Leonardo DiCaprio respondem às acusações de Jair Bolsonaro

O LIVRE ADS