|terça, 23 Outubro 2018
Meme do Bolsonaro com inscrição em inglês postado no site extremista Daily Stormer (Foto: reprodução/Daily Stormer)

“Há evidências de que a extrema direita americana esteja fazendo fake news para ajudar Bolsonaro”, diz pesquisadora de Harvard

De acordo com Claire Wardle, militantes de direita querem influenciar no pleito brasileiro como tentaram na França

2047
COMPARTILHECOMPARTILHE

Enviado especial a São Paulo – A pesquisadora da Universidade Harvard Claire Wardle trouxe um alerta para a propagação de fake news – notícias falsas – produzidas por extremistas norte-americanos com o objetivo influenciar as eleições presidenciais brasileiras de 2018.

Segundo a pesquisadora, que também dirige o First Draft, centro de estudos jornalísticos ligado ao Shorenstein Center, da  mesma Universidade, o movimento repete expediente supostamente usado nas eleições francesas de 2017. Na época, esses grupos teriam tentado influenciar nas eleições francesas a favor da candidata Marine Le Pen – igualmente posicionada na extrema direita. 

Na ocasião, Claire lançou junto a outros 24 meios comunicação o projeto Comprova, que visa a identificar e desmentir notícias falsas durante as eleições deste ano.

Claire Wardle durante palestra no Congresso da Abraji (Foto: Guilherme Waltenberg/O Livre)

Como evidência desse suposto auxílio de grupos extremistas à candidatura de Bolsonaro, Claire citou uma publicação recente do site de extrema direita Daily Stormer, que leva o seguinte título: Brazil: White Far Right Meme Master Leading Presidential Polls (Brasil: Mestre de Memes Branco da Extrema Direita Lidera Pesquisas Presidenciais). 

Na publicação há memes com Bolsonaro, criados e ornados com frases em inglês – destoando do que se esperaria de uma publicação brasileira. A publicação termina com a frase “Make Brazil White Again”, ou “Faça o Brasil branco novamente”, em apoio ao pré-candidato do PSL. 

Claire lembrou que, durante a eleição de Emmanuel Macron na França de 2017, grupos de extrema direita norte-americana usavam memes com traduções precárias do inglês para o francês, com o objetivo de dar suporte à campanha de Marine Le Pen. Nesse caso, a tentativa falhou, já que Macron se elegeu. 

“Depois de criar esses memes, essas pessoas marcavam ações conjuntas e coordenadas nas redes sociais para espalhar notícias falsas e memes contra Macron, ganhando destaque nessas redes”, disse. 

Origem 

De acordo com a pesquisadora de Harvard Claire, os produtores de informações distorcidas têm motivações distintas. Entre elas há questões políticas, ingerência em outros países, questões sociológicas e também psicológicas. 

“Parte da razão das fake news é financeira. Há pessoas ganhando dinheiro com esse expediente. Parte é politica e parte é para mudar os rumos de países”, destacou. 

“Mas muito também é psicológico. Garotos nos seus quartos tentando causar problemas. Parte também é sociológico. As pessoas vão se conectar com pessoas que são como elas”, concluiu. 

 

COMENTÁRIOS

  1. Uma bobagem imensa dessa reportagem, tentando influenciar quem a lê, ora todos sabem que a mídia brasileira apoia totalmente a esquerda nesse pais e irão tentar destruir Bolsonaro a qualquer custo.

    • Meu qrido não sei se vc está informado, acredito que não, pois se assistir os jornais o que mais se tem é revolta contra a esquerda! Vcs bolsominions sempre que alguém é contra o BolsOtário é considerado esquerda! eu odeio a esquerda e tbm esse lixo de candidato

    • Bolsonaro 2018. No primeiro turno, manda essa Americana encher o saco lá no Estados Unidos. Mídia Esquerdista-comunista vão se lascar.

  2. João, é verdade. Contra essa mídia esquerdista-comunista, só os Ursinhos Carinhosos poderão nos salvar. Ou os Teletubbies. Quiçá os Minions.

  3. A maioria dos fake news são pra tentar impedir o crescimento galopante de Jair Bolsonaro que representa o enfrentamento ao establishment e o combate à corrupção, desmistificando os meios de comunicação parciais e vendidos contaminados pela esquerda. Jair Bolsonaro Presidente 2018.

    • combate a corrupção: recebeu 200 mil da JBS e repassou ao partido
      votou pelo proprio aumento de salário
      Recebeu auxilio moradia no mandato inteiro tendo casa

      não sei de que corrupção vc ta faland

  4. A vitória de Bolsonaro causa tanto pânico nos esquerdopatas brasileiros que eles acabam trazendo pessoas como Claire Wardle para fazer conferência no Brasil. O Brasil quer mudança e o único candidato que representa mudança chama-se Bolsonaro.

  5. Pois cadê as comprovações? Cadê as evidências de que a extrema direita americana esteja fazendo fake news para ajudar Bolsonaro? Dizer e supor, citar um fato isolado não é o papel de uma empresa de checar informações. O texto cita mais Le Pen e Macron do que explicar as fake news norte-americanas. Francamente, um desserviço a quem se presta a ler.

    • Caríssimo Diego, aqui é Guilherme Waltenberg, autor desta matéria. As evidências apresentadas pelos pesquisadores estão na matéria, vamos lá: o link da matéria do Daily Stormer é um. Se quiser conhecer um pouco mais de quem é esse site vc pode ver neste link: https://en.wikipedia.org/wiki/The_Daily_Stormer. Eles são assumidamente nazistas. Outra evidência: memes em inglês (como o que ilustra esta matéria) postados por esse site. Mas a questão é: trata-se de evidências, não de provas. Espero ter esclarecido esse ponto. Qualquer coisa, basta dizer e vamos conversando!

  6. Desnecessário esse estudo dessa moça,se Bolsonaro têm apoio das fake news,fácil de resolver investigue-o.
    Já não sabem mais o que fazer para,tentar arruinar a candidatura do MITO.
    BOLSONARO 2018

  7. Meu Deus do céu, desde quando um meme com a foto do Bolsonaro e os dizeres “faça o Brasil branco novamente”, uma alusão racista e obviamente falsa, poderia ajudá-lo de alguma forma influenciando as eleições? O próprio conteúdo da matéria desmente a manchete. Se tem alguém que é a maior vitima de fake news, sobretudo por parte da grande mídia, é o próprio Bolsonaro. E mesmo assim, lidera todas as pesquisas. Eis o motivo do descrédito dos principais canais televisivos e grandes jornais. O mundo mudou com a internet.

  8. Maior propagadora de fake News que a grande mídia não existe!!! Primeiro tentaram atribuir a Donald Trump uma possível influencia da Rússia na eleição americana, depois tentaram atribuir como fake News grupos que se dizem de direita na França e agora estão repetindo a mesma ladainha no Brasil.

  9. Ela não sabe o que diz, o povo já escolheu o Jair Bolsonaro. Na minha região só da ele. O povão esta cansado de tantas mazelas. Precisamos de respeito, de um presidente que goste do povo e governo com o povo.

  10. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA Um site norte-americano mequetrefe extremista cria frases ridículas como “Vamos fazer o Brasil BRANCO novamente” e colocam na conta do Bolsonaro, como se fosse da índole dele falar isso. Quem garante que esses memes ofensivos não foram criados propositalmente para inflar sua campanha sob pretexto de “fake news” ? Não me surpreenderia se grupos internacionais propagassem instabilidade política mundial por meio de páginas supostamente “ultra-hiper-mega-direitistas-extremistas”. Não acredito nesse site, não acredito nesta matéria suspeita, tampouco nessa Claire. Os Democratas dos EUA são capazes de tudo para desvirtuar! PT,PSDB E PMDB aqui no Brasil…idem!

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Árvores da avenida das Embaúbas passam por poda
PRF apreende 233 kg de maconha e “super maconha” em veículo na BR-364; veja vídeo
Policial militar é flagrado transportando 48 kg de maconha, tenta fugir e acaba preso
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Janaina Riva protocola pedido de afastamento do governador Pedro Taques e anuncia nova delação
Atraso de 40 horas: Latam é condenada a indenizar criança que voltava de férias em Punta Cana
Blairo diz que Mauro tem que fazer pacto com o povo, inclusive para aumentar impostos
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Portugal intercederá na UE para destravar comércio com Brasil
Norte Show: Feira amplia em 40% espaço para expositores e anuncia nova data
Agricultores demandam projetos por meio do CT Soja
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Novo shopping tem espaços lúdicos que estimulam a interação com o público
Estação Cuiabá é inaugurado com calorosa recepção ao público; veja fotos e vídeos
Da jovem safra da música sertaneja, dupla regional Zé e Leandro lança música nova
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Advogados de Bolsonaro e Haddad falam sobre pedido do PT no TSE
Ibope: Bolsonaro lidera pesquisa com 57% das intenções de voto; Haddad tem 43%
AGU defende cobrança de mensalidade em colégios militares
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Em MT, concursos públicos têm salários de até R$ 18 mil e mais de 300 vagas
Sine oferta mais de mil vagas de trabalho em Mato Grosso
Processo seletivo em Matupá oferece 50 vagas de até R$ 3,6 mil
X