Guerra dos ônibus

Guilherme Maluf perde a relatoria do processo da licitação do transporte

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O conselheiro Guilherme Maluf, do Tribunal de Contas do Estado, perdeu nesta terça-feira (13) a relatoria do processo que barrou a licitação emergencial do transporte intermunicipal de Mato Grosso.

Em decisão liminar o conselheiro havia atendido as chamadas empresas precárias e barrado o certame emergencial feito pelo governo.

No entanto, o conselheiro Luiz Henrique Lima entendia que Maluf não era o ‘juiz natural’ do processo e que não poderia conceder a liminar barrando o certamente. Destacou que já havia com ele seis processos da licitação.

O conflito de competência foi julgado nesta terça e Luiz Henrique ganhou o processo.

A expectativa do governo é de reverter a decisão nos próximos dias e permanecer com a licitação, que reduziu em até 50% o valor da passagem do intermunicipal.

Leia também

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.