Estado paga primeira parte de salários dos funcionários da Santa Casa

Foram depositados R$ 3 milhões referentes a uma das seis parcelas que quitarão os salários em atraso

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O governo de Mato Grosso depositou nesta quarta-feira (12) R$ 3 milhões destinados à primeira parcela dos salários atrasados dos funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, conforme o acordo firmado no Tribunal Regional de Trabalho da 23ª Região (TRT-MT).

De acordo com o cronograma, na próxima segunda-feira (24) serão pagos mais R$ 3,1 milhões, referentes à segunda parcela. Com isso, só em junho o governo já terá quitado 70% dos salários atrasados.

De julho a outubro, o governo depositará – sempre no dia 24 – quatro parcelas iguais de R$ 1,1 milhão. Os salários serão quitados integralmente após o pagamento da última parcela, no dia 24 de outubro.

Ao final do processo, o Poder Executivo terá cumprido o acordo de indenização ao Hospital Santa Casa, em razão da utilização da unidade hospitalar pelo Estado, e realizado o pagamento total de R$ 10.852.378.75.

A proposta de pagamento dos salários atrasados dos funcionários da Santa Casa foi homologada nesta segunda-feira (10), durante audiência pública no Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas (Cejusc) do TRT.

Os salários foram atrasados pela antiga administração do Hospital, que funcionava de maneira filantrópica. O governo de Mato Grosso requisitou a administração da Santa Casa no dia 2 de maio e, desde então, trabalha para reabrir as portas da unidade. O prazo previsto para isso é até o fim de junho.

Quando estiver funcionando, a Santa Casa será o maior hospital de Mato Grosso, com 242 leitos e prestação de serviços de alta complexidade.

Cronograma

ParcelaDia e dataValor
Quarta-feira (12.06)R$ 3.000.000,00

 

Segunda-feira (24.06)R$ 3.170.475,75

 

Quarta-feira (24.07)R$ 1.170.475,75

 

Sábado (24.08)R$ 1.170.475,75

 

Terça-feira (24.09)R$ 1.,70.475,75

 

Quinta-feira (24.10)R$ 1.170.475,75

 

*Com assessoria

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNovo FEX
Próximo artigoMinistério da Justiça aponta queda de 23% no número de homicídios

O LIVRE ADS