Empresário acusado de estupro em entrevista de emprego é preso em flagrante

Acusado foi preso pouco depois do crime, em uma residência no Bairro Ribeirão do Lipa, em Cuiabá

Imagem ilustrativa (Foto: Reprodução)

O empresário de 45 anos acusado de abusar sexualmente de uma jovem de 18 anos durante uma entrevista de emprego nessa terça-feira (27), no Bairro Jardim Leblon, em Cuiabá, foi preso em flagrante logo após o crime.

O estupro ocorreu quando a vítima levou seu currículo à loja do suspeito, após visualizar o anúncio de uma vaga de emprego para atendente de assistência técnica na rede social da empresa.

Ela foi recebida na loja pelo proprietário, que pediu que ela retornasse com uma roupa que mostrasse melhor sua aparência. Quando ela retornou, porém, o suspeito estava sozinho no local e passou a assediá-la.

Ele pediu que ela colocasse o uniforme da empresa e andasse pela loja para ser avaliada. Depois, disse que faria um teste e, a cada pergunta errada, ela teria que tirar uma peça de roupa.

O suspeito também começou a tocar o corpo da vítima, com a desculpa de que queria ver as tatuagens dela. Nervosa e chorando, ela conseguiu se desvencilhar dele e fugiu.

A jovem saiu do local e foi direto para o Plantão de Atendimento a vítimas de Violência Doméstica e Sexual, onde registrou um boletim de ocorrência.

A equipe policial do local, coordenada pela delegada Jannira Laranjeira Siqueira Campos, saiu em busca do suspeito imediatamente e o prendeu em flagrante em uma residência no Bairro Ribeirão do Lipa, em Cuiabá.

“O que chama atenção é que a vaga divulgada pela empresa era para atendente, serviço realizado exclusivamente por telefone. Mesmo assim, o suspeito alegou a aparência da vítima para buscar a oportunidade para ficar sozinho com ela e praticar o abuso”, disse a delegada.

O suspeito foi conduzido ao Plantão, onde foi interrogado pela delegada plantonista e autuado em flagrante por estupro.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMPE quer criar gratificação de R$ 3 mil, com impacto de R$ 3,4 milhões para o contribuinte
Próximo artigoMamas, saúde e beleza