Efeito colateral: violência!

Com o isolamento social, número de denúncias é menor, mas não significa que mulheres e crianças pararam de ser agredidas em casa

Imagem ilustrativa (Foto: Freepik)

Enquanto os casos de feminicídio em Mato Grosso aumentaram 150% entre março e abril deste ano, a quantidade de denúncias de violência doméstica que chegam às delegacias caiu quase 30% durante o período de isolamento social.

Entre 10 de março e 31 de maio, foram registradas 7.840 ocorrências, segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

No mesmo período do ano passado, mais de 11 mil mulheres procuraram ajuda da polícia pelos mesmos motivos.

Entre os crimes, o assédio sexual foi o que teve a maior redução – quando se trata de casos que chegam às delegacias. As denúncias deste ano resultaram em um valor 38% menor do que as registradas entre março e maio do ano passado.

A situação se repete quando se trata de violência contra crianças e adolescentes. De acordo com o Conselho Tutelar de Cuiabá, o número de denúncias caiu drasticamente (70%) e a entidade não considera outra hipótese, senão a subnotificação.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSalário mínimo para músicos
Próximo artigoTaxa crescendo

O LIVRE ADS