Salário mínimo para músicos

Projeto prevê um auxílio emergencial diferente para a categoria que, na maior parte do país, não sabe quando voltará a trabalhar

Imagem ilustrativa (Foto: Freepik)

Um projeto de lei em trâmite na Câmara Federal prevê o pagamento de um salário mínimo a músicos e produtores de eventos musicais que estejam impedidos de trabalhar por conta das regras de isolamento social.

Pela proposta, o pagamento ocorreria ao longo de três meses, quase que nos mesmos moldes do auxílio emergencial de R$ 600 já autorizado pelo governo federal.

O dinheiro sairia de bancos públicos federais.

LEIA TAMBÉM

Para receber, o músico ou produtor não poderia ter emprego formal ativo, nem ser beneficiário da Previdência Social ou algum outro benefício pago pelo governo. Também seria preciso ter mais que 18 anos.

Em Cuiabá, todavia, os músicos devem voltar ao trabalho – em bares e restaurantes – a partir da próxima segunda-feira (8).

A Prefeitura de Cuiabá liberou a reabertura desses estabelecimentos e, pela regra, vai ser possível ter música ao vivo, desde que limitada a, no máximo, dois profissionais.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. ola mto b tarde . tdo bem vim aqui falar o seguinte. vejo que esta lei ai deveria ser pra ajudar a tdos os artista que nao tem renda fixa meu caso que agora ta dificil fazer apresntaçao e sem renda acho q deveria ser um salario minimo nacional ate o fim desasa pandemia qnd o publico poderá volta a assistir ao vivo e voltar a ter normalidade e tdo desde ja acho q tdos os artistas nao famosos deveriam podem ser cadastrar e terem tambem um salario minimo nacional desde ja mto obrigado pela oportunidade de falar e dar minha opiniao b tarde

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRecém-nascido morre porque pais demoraram a procurar hospital com medo do coronavírus
Próximo artigoEfeito colateral: violência!