DHPP cumpre mandados contra policiais militares investigados por homicídio em Cuiabá

Investigação constatou que os militares acessaram de modo ininterrupto o sistema de monitoramento da tornozeleira eletrônica da vítima

Foto por: PJC-MT

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá (DHPP) deflagrou nesta semana a Operação Acessum para cumprimento de mandados judiciais de buscas e apreensões e o cumprimento de medidas cautelares contra dois policiais militares, alvos de uma investigação que apura um homicídio ocorrido em junho do ano passado.

Os militares estão lotados no setor de inteligência de um batalhão da Capital.

Durante as investigações sobre o homicídio de Jarley Gustavo Cândido da Silva, no bairro São Gonçalo, na Capital, a DHPP constatou que os militares acessaram de modo ininterrupto o sistema de monitoramento da tornozeleira eletrônica da vítima, além de um deles se encontrar nas proximidades da região onde ocorreu o crime. O acesso ao sistema de monitoramento foi finalizado minutos depois da vítima ser executada.

Medidas cautelares

Por determinação judicial, a equipe da DHPP cumpriu ainda medida cautelar de exclusão de todos os acessos (logins e senhas) dos dois policiais aos sistemas de inteligência, para que não tenham mais comunicação com dados de inteligência do Estado.

Os investigados, por ordem judicial, foram afastados de suas funções pelo período de 90 dias, não podendo frequentar qualquer unidade da área de segurança pública. Entre outras medidas judiciais diversas da prisão está também a determinação de uso de tornozeleira eletrônica pelos investigados.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorR$ 100 mil em festa
Próximo artigoSeguindo Moro, General Santos Cruz se filia ao Podemos