Deputados e especialistas debatem tratamento de pacientes com sequelas da covid-19

Estima-se que pelo menos 30% dos que se contaminaram com covid-19 possam apresentar sequelas

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

As comissões dos Direitos da Pessoa Idosa e de Seguridade Social e Família realizam audiência pública conjunta nesta segunda-feira (19) sobre o tratamento dos pacientes com sequelas provocadas pela covid-19, com atenção especial aos que apresentam sequelas graves.

De acordo com a deputada Flávia Morais (PDT-GO), diversos estudos apontam que as principais sequelas são fadiga e cansaço constantes, fraqueza muscular, dificuldade de manter a atenção, distúrbios do sono e sintomas de ansiedade.

“Tendo em vista os milhões de contaminados, mesmo com um grande volume de pacientes assintomáticos, o quadro é preocupante”, afirma.

“Estima-se que pelo menos 30% dos que se contaminaram com covid-19 possam
apresentar sequelas; assim, os afetados encontram-se na casa das centenas de
milhares”, continua a deputada. “Nossos sistemas de saúde precisam se preparar para lidar com os portadores de sequelas, ser capaz de identificá-los e tratá-los adequadamente.”

Foram convidados para o debate:

  • o coordenador-geral de Saúde da Pessoa com Deficiência do Ministério da Saúde, Ângelo Roberto Gonçalves;
  • a Doutora em Saúde Coletiva e professora da Faculdade de Medicina Universidade de Brasília (UnB) Carla Pintas Marques;
  • o cardiologista do Hospital Sírio Libanês Matheus França;
  • o diretor clínico do Hospital de Roraima, representando o Conselho Federal de Medicina, Domingos Sávio de Matos;
  • a médica especialista em Doenças Infectuosas e Parasitárias e professora da Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília Juliana Paiva;
  • o secretário-executivo do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, Jurandi Frutuoso;
  • a diretora do Departamento de Atenção Especializada à Saúde do Ministério da Saúde, Maíra Batista Botelho;
  • o presidente da Sociedade Brasileira de Fisioterapia, Oseas Moura.

O evento será realizado às 9 horas no plenário 8 e terá transmissão interativa.

(Da Agência Câmara de Notícias)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAuxílio emergencial é pago a beneficiários do Bolsa Família com NIS terminado em 2
Próximo artigoVocê também fica “surdo” quando está de máscara? Fonoaudióloga explica