Depois da crise da pandemia, Las Vegas volta a fazer US$ 1 bilhão em jogos em um mês

Receitas ultrapassaram a marca de US$ 1 bilhão pelo quinto mês consecutivo, em um momento de otimismo com o futuro do mundo pós-pandemia

Quando a pandemia do novo coronavírus se alastrou pelo mundo, de maneira descontrolada e sem perspectivas de mudança ou de alguma vacina, a chance de alguém entrar em um Casino em Las Vegas era remota. As portas baixaram e a cidade conhecida por concentrar a jogatina e os sonhos de pessoas do mundo inteiro parecia deserta e sem chance de se reerguer.

Esse movimento fez com que muitas pessoas migrassem para as apostas online, na internet. Agora, no entanto, as coisas começaram a mudar. O avanço da vacinação, o respeito às medidas restritivas e a maior liberdade concedida neste momento pelas autoridades sanitárias dos EUA estão impulsionando novamente a procura dos clientes pelos cassinos de Las Vegas.

 

A esperança de retomada já está se traduzindo em números, segundo relatório publicado na última semana pela Nevada Gaming Control Board, salientando que os cassinos de Nevada conseguiram arrecadar 1,36 bilhões de dólares, cerca de R$ 7 bilhões, em julho deste ano.

O número é 80% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado. Outro fator positivo é que os cassinos da região alcançaram a marca de 1 bilhão de dólares pelo quinto mês consecutivo.

O Condado de Clark gerou 1,163 bilhão de dólares, representando um aumento de 89,7% em relação ao ano anterior. A Strip também teve um aumento espetacular de 140,5% para 793,7 milhões de dólares, enquanto o centro de Las Vegas aumentou 70,7% para quase 72 milhões de dólares

Michael Lawton, analista de pesquisa sênior do Nevada Gaming Control Board, comentou a importância do resultado. “Julho foi uma tempestade perfeita para ganhar jogos em termos de eventos especiais, com cinco fins de semana, o primeiro mês completo de operações do Resorts World… foi um resultado espetacular”, disse o analista.

Lawton salientou ainda que espera um movimento ainda maior nos próximos meses, já que a vacinação tem avançado, mais pessoas estão saudáveis e o número de viagens e deslocamentos, internos e estrangeiros, tem aumentado significativamente nos EUA.

Especialistas também afirmam que uma série de eventos influenciaram o bom rendimento das apostas em julho, para além da reabertura dos cassinos. Os analistas citam, por exemplo, a luta de Conor McGregor, um concerto de Garth Brooks no resplandecente novo Estádio Allegiant, e o regresso de apresentações musicais, como os shows de Usher e Bruno Mars nos teatros dos casinos Swanky.

“As pessoas que vêm a Vegas não parecem realmente muito preocupadas”, disse um barman que trabalha no cassino Strip, que pediu para não ser identificado, em entrevista à agência France Press. “Eles não parecem super preocupados em ficar doentes ou coisa parecida. Elas estão querendo se divertir e isso tem sido decisivo para que venham até aqui”, completou o funcionário.

Segundo a France Press, os trabalhadores dos casinos disseram que muitos dos clientes que têm frequentado os cassinos vêm do Texas e da Flórida. “Voltamos aos níveis pré-pandémicos”, disse Shawn Jones, promotor do Resorts World. Segundo ele, as festas de piscina, antes proibidas, já estão com ingressos esgotados até o fim do ano. “Talvez seja a energia reprimida”, brincou o promotor na entrevista.

Las Vegas tornou-se uma cidade fantasma no início de 2020, com casinos obrigados a fechar durante 78 dias, causando muito desemprego, uma crise econômica dura e muita frustração entre consumidores e empresários. A visitação a Nevada no mês foi de 3,3 milhões, 11,2% superior a junho, mas ainda 10,4% inferior a julho de 2019, enquanto a ocupação hoteleira atingiu 79% em julho, com uma taxa de ocupação de 88,1% nos finais de semana.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGiancarlo Esposito guardou busto explodido de Gus após fim de Breaking Bad
Próximo artigoMinistro Tarcísio diz que pode concorrer ao Senado por MT em 2022