Coronavírus: OMS declara estado de emergência global e infectologista dá dicas

Evitar aglomerações, lavar as mãos e usar álcool em gel são algumas das formas de prevenção; saiba mais

(Foto: Kim Kyung-Hoon/Reuters)

A Organização Mundial de Saúde declarou, nesta quinta-feira (30), estado de emergência global diante do coronavírus, que já registrou 7,7 mil casos em todo o mundo.

Somente na China, principal local de multiplicação do vírus, 170 mortes foram contabilizadas. Ainda, 98 casos de contaminação também foram registrados em 19 países. Entre eles o Brasil, onde o Ministério da Saúde investiga nove casos suspeitos.

Os casos têm sido registrados em pessoas que viajaram para a cidade de Wuhan, foco do surto na China. Também são vítimas quem teve contato com pessoas que passaram pela cidade.

Apesar do alerta, a OMS reconheceu os esforços do país para conter o surto e afirmou que não há necessidade de proibir viagens ou o comércio internacional com o país.

O vírus

A infectologista do Complexo Hospitalar de Cuiabá, Bianca Coelho Damin, explica que o vírus ataca o sistema respiratório, causando sintomas desde um simples resfriado a manifestações mais graves, como as síndromes respiratórias “aguda grave” e “do oriente médio”.

Entre os sintomas ela cita tosse, falta de ar, dificuldade para respirar, febre e prostração. Além disso, também pode ocorrer problemas gástricos e diarreia.

Bianca explica que pessoas assintomáticas, ou seja, que não estão com a doença manifestada, também transmitem o vírus.

No entanto, ela diz que é preciso evitar o pânico e ter bom senso em primeiro lugar. A médica orienta que o melhor é se cuidar e ficar atento às formas de prevenção.

“De maneira geral, pensando em prevenção, as pessoas têm que evitar aglomerações, lavar as mãos, usar álcool em gel e, dependendo do caso e do lugar, usar máscaras”, finaliza.

(Com Agência Brasil e assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGovernador diz que não vai alterar leis “baseado em reclamações”
Próximo artigoMulher se livra de viagem ao epicentro do coronavírus após cachorro morder passaporte