Conselho pede retirada de cartaz com foto de negro algemado

A foto de um homem negro algemado nos cartazes da campanha contra assédio no transporte coletivo gerou desconforto entre militantes do Movimento Negro

Uma campanha contra assédio sexual no transporte público de Cuiabá e Várzea Grande gerou desconforto entre militantes do movimento negro. A foto de um homem negro algemado nos cartazes da campanha fez com que o Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial de Mato Grosso (CEPIR-MT) pedisse nesta quarta-feira (14) a retirada do material gráfico que contém a imagem.

A campanha veiculada pela Associação Mato-grossense dos Transportadores Urbanos (MTU) alerta para a possibilidade de detenção de homens flagrados cometendo assédio ou abuso sexual contra mulheres no transporte coletivo. Os cartazes contêm a frase “Desça no seu ponto final, não na delegacia”.

Além de ter sido colado nos nos ônibus do transporte o material também foi espalhado nos terminais da região metropolitana de Cuiabá. Na opinião da presidente do CEPIR-MT, Antonieta Luiza Costa, a campanha reforça estereótipo de criminalidade que existe em relação a população negra no Brasil. No ofício assinado por ela, a entidade pede a retirada.

“O CEPIR-MT não compactua com a imagem colocada no cartaz, o qual acaba discriminando e denegrindo a imagem do homem negro”, diz trecho do ofício que foi encaminhado ao secretário Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano de Cuiabá, Wilton Coelho Pereira.

No documento, o Conselho também esclarece que não é contra a campanha em sim, uma vez que se trata de uma ação necessária para combater um crime que, assim como o racismo, atinge a uma minoria identitária da sociedade.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMetal ataca na capital com quatro bandas no Cavernas Bar
Próximo artigoPrazo para 162 vagas da Secitec termina nesta quinta-feira, 15

O LIVRE ADS