Confundido com policial federal, homem é alvejado na porta de academia

O policial com o qual a vítima foi confundida tem o mesmo carro e treina na mesma academia

Foto: Imagem Ilustrativa

Um homem de 38 anos foi alvejado na porta de uma academia no Bairro Jardim Santa Marta, em Cuiabá, na manhã dessa terça-feira (11) após ser confundido com outro aluno da academia, um policial federal.

O suspeito, um homem de estatura baixa, moreno e magro, vestido de camiseta listrada de branco e cinza, estava sentado em uma motocicleta Honda Titan preta em frente à academia pouco antes da vítima chegar.

Quando chegou, a vítima passou pelo suspeito, que estava de cabeça baixa, e este perguntou se ele era um policial federal e disse o nome do PF.

A vítima começou a se virar para responder, mas já foi surpreendida por vários tiros. Mesmo atingido, o rapaz conseguiu correr para dentro da academia para pedir ajuda e o suspeito fugiu na motocicleta.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 07h40, primeiro, para verificar uma ocorrência de tiros na porta de uma academia. Mas, quando uma equipe estava a caminho, já foi informada que uma pessoa havia sido atingida pelos disparos.

Ao chegarem no local, os policiais foram informados que a vítima havia sido socorrida por um professor da academia e encaminhada para o Hospital Municipal de Cuiabá.

Os militares não encontraram vestígios de cápsulas deflagradas, apenas marcas de sangue em frente à academia e dentro do estabelecimento.

Testemunhas então começaram a contar aos policiais o que havia acontecido e mostraram que havia várias câmeras se segurança que podem ter flagrado tanto o suspeito, quanto a motocicleta utilizada por ele para cometer o crime.

Ainda na academia, os militares descobriram que realmente há no estabelecimento um aluno policial federal com o nome perguntado pelo suspeito e que tem o mesmo carro que a vítima.

Os policiais foram até o Hospital Municipal de Cuiabá e encontraram um 3º sargento da PM, que disse ter acompanhado a chegada da vítima na unidade médica, que chegou consciente e com quadro estável, apesar de atingida por quatro tiros.

A vítima foi encaminhada para cirurgia de emergência e ficou internada no hospital.

O caso foi registrado como tentativa de homicídio doloso e será investigado pela Polícia Judiciária Civil.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSTF arquiva ação que tentava barrar aumento na alíquota previdenciária em MT
Próximo artigoHome office: 86% dos empregados gostariam de continuar trabalhando em casa