Cidades na China registram recorde de divórcios após quarentena

Ninguém aguentou ficar muito tempo junto durante a quarentena

Tinha virado piada nas redes sociais que a quarentena imposta pelo coronavírus resultaria em uma onda de divórcios nunca antes vista. Pelo jeito a piada virou realidade na China que após o período de isolamento, registrou um número recorde de processos de divórcio.

Xi’an, capital da província de Shaanxi, região central da China, foi uma das cidades que teve uma cota expressiva. Com mais de 12 mil habitantes, a cidade vem contabilizando as separações desde 1º de março, fim do período de confinamento no país e o resultado? O Cartório recebeu 14 reuniões só no dia 5 de março.

Segundo o oficial Wang, que trabalha no cartório de Beilin, os telefonemas começaram já nos primeiros dias deste mês.

“Nós começamos a receber alguns telefonemas para marcar um horário no dia 2 de março, e mais marcações surgiram para os próximos dias”, contou.

“Como resultado da pandemia, muitos casais ficaram juntos em casa por meses, o que alimentou os conflitos. Considerando que o cartório ficou fechado neste tempo, os pedidos acumularam”, comentou Wang.

A chinesa contou ao jornal que geralmente muitos casos de separação acontecem depois do Festival de Primavera, em fevereiro e durante a época dos vestibulares. Mas o corona trouxe uma nova realidade.

O distrito de Xi’an, Yanta, também está sofrendo com uma situação similar.

De acordo com o oficial Han, a cidade fornece o serviço de cinco divórcios por dia e todas as datas das próximas semanas estão preenchidas.

“Nós recebemos muitos pedidos de divórcios e alguns se arrependeram”, afirmou Han ao The Global Times. O oficial contou que jovens cônjuges decidiram tentar de novo de se separarem.

Segundo a BBC, outras cidades da província chinesa também registraram recordes de divórcio. Será que essa situação também será vista em outros países?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBrasil tem 3.904 casos e 114 mortes por covid-19; Novos dados de MT, na segunda-feira
Próximo artigoHomem agride esposa com mordidas no corpo, chineladas no rosto e a arrasta no chão