Chapada declara Situação de Emergência; prejuízo é de mais de R$ 23 mi

Incêndios se multiplicam na zona rural, urbana e em áreas de proteção ambiental

Incêndio Apa Chapada (MT Gov)

Nesta tarde de quinta-feira (12), a Prefeitura de Chapada dos Guimarães decretou Situação de Emergência por conta do número de áreas afetadas pela seca e incêndios que se multiplicam na zona rural, urbana e de proteção ambiental.

Além da concentração de fumaça, que tem elevado o número de atendimentos médicos nos postos de saúde, muitos produtores rurais e criadores de gado, a exemplo, têm informado sobre a perda de lavoura, destruição do solo de plantio e morte de animais. É crítica também, a situação dos animais que habitam o Parque Nacional de Chapada.

A medida foi tomada, depois de um levantamento dos danos causados pelos incêndios, realizados pela Defesa Civil, ICMBio, sindicato rural e servidores do município.

De acordo com comunicado da Prefeitura de Chapada, “foram despendidos todos os esforços e ações até a presente data pela Administração Municipal, no sentido de corrigir a situação, e mesmo assim os problemas e as dificuldades persistiram, exaurindo toda a capacidade operativa e financeira do Município”.

Prejuízo

Segundo a assessoria da Prefeitura, os danos causados pelos incêndios florestais afetaram cerca de 10 mil pessoas, tendo ainda obrigado o município a contrair despesas não previstas em seu orçamento. O prejuízo é estimado em R$ 23,16 milhões.

“Situações de anormalidade nas diversas áreas do município continuam a exigir do Poder Público a adoção de medidas urgentes para restabelecer a normalidade, sob pena de causar ainda maiores prejuízos à população, problema este que ainda não há previsão de chuva para os próximos dias”.

O decreto também autoriza mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem sob a coordenação Municipal de Proteção e Defesa Civil, nas ações de resposta ao desastre e reabilitação do cenário e reconstrução.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS