Câmara abre CPI para investigar “organização criminosa” na Saúde

Autor do pedido, vereador Marco Paccola diz que prática de crimes em secretaria é um "problema sistêmico"

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

A Câmara dos Vereadores de Cuiabá vai abrir uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para avaliar a atuação de uma suposta organização criminosa na Secretaria de Saúde do município. 

A apuração será presidida pelo vereador Marco Paccola (Cidadania), autor do requerimento. Ele disse que conseguiu 18 assinaturas pela instalação da CPI. 

Essa investigação deriva de fatos apurados na CPI dos Medicamentos que fogem do escopo, centrado na compra para o Centro de Distribuição de Insumos e Medicamentos (CDMIC), e de operações policiais deflagradas nos últimos meses. 

Os inquéritos policiais indicam o funcionamento de um esquema na Secretaria de Saúde com indícios de participação de ex-secretários, chefe de gabinete do prefeito Emanuel Pinheiro e outros servidores de segundo escalação, além de empresários. 

Paccola diz que avalia os crimes na secretaria como um problema sistêmico, porque mesmo que secretários foram trocados, presos, os mesmos erros continuam a acontecer”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPF cumpre mandado para combater venda de imagens de abuso sexual infantil em MT
Próximo artigoJovem morre ao sofrer descarga elétrica enquanto instalava forro em casa