Atleta mato-grossense é convocada para a Seleção Brasileira de Atletismo

Lissandra é de Nossa Senhora do Livramento e viaja todos os dias a Cuiabá para treinar no projeto do medalista Vicente Lenílson

Foto: (Energisa/divulgação)

A mato-grossense Lissandra Campos, 19 anos, campeã brasileira sub-18 do salto em distância, foi convocada para integrar a Seleção Brasileira do Campeonato Mundial de Atletismo Sub-20 em Nairóbi – Quênia. O anúncio foi feito pelo medalhista olímpico Vicente Lenílson, criador do Instituto onde Lissandra treina há sete anos.

A competição está prevista para acontecer entre 17 e 22 de agosto de 2021. A atleta também foi convocada para o Campeonato Pan Americano de Atletismo Sub-20 em Santiago, no Chile, previsto para ser realizado entre 16 e 18 de julho de 2021.

Lissandra começou a treinar quando tinha apenas 5 anos e hoje é considerada uma grande aposta para o futuro do atletismo nacional.

“Desde pequena eu sonhava em ser atleta e participar de uma Olimpíada. Estou me preparando para conquistar uma vaga para os jogos de Paris em 2024. Se não fosse o esporte, não tenho ideia do que faria. O instituto é minha segunda casa e eles são como família para mim”, comenta a atleta, que tem treinado seguindo todos os protocolos de segurança nesse momento de pandemia.

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

A trajetória de Lissandra é acompanhada pelo LIVRE desde o ano passado, quando ela era apontada com uma das promessas olímpicas mato-grossenses e os resultados mostram que ela está no caminho certo.

Leiam também:

Quem é Vicente Lenilson

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Lenílson nasceu em Currais Novos, no Rio Grande do Norte. Conheceu o atletismo na escola e demorou muito até conseguir os primeiros incentivos.

Passou fome porque a família era muito pobre e as dificuldades foram incontáveis até  conseguir chegar no ápice da sua carreira, quando conquistou um pódio nas Olimpíadas de Sidney.

Na ocasião, recebeu a medalha de prata no revezamento 4X100 e ganhou o apelido de “pequeno gigante”, peloS seus 1,66m de altura.

Hoje, ele se dedica a formar novos atletas em Mato Grosso e mostrar que sonhos são possíveis. Apesar das dificuldades do trabalho, ele conta com o apoio do Exército Brasileiro, que disponibiliza a pista de treinamento do 9º BEC para a preparação dos atletas, e da Energisa.

O projeto chegou em Cuiabá em 2014 e há quatro anos seguidos conta com patrocínio da Energisa para incentivar o desenvolvimento social na região. (Com informações de Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorInvestigado por chacina ocorrida há 17 anos em MT é preso em praia de Sergipe
Próximo artigoBeneficiários do Bolsa Família começam a receber auxílio emergencial